"Todo histórico do Bolsonaro é contra a democracia", diz Pepe Vargas - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Repercussão28/10/2018 | 22h08Atualizada em 28/10/2018 | 22h08

"Todo histórico do Bolsonaro é contra a democracia", diz Pepe Vargas

Deputado estadual eleito diz que população terá que aguardar para conferir verdadeiro perfil do presidente eleito

"Todo histórico do Bolsonaro é contra a democracia", diz Pepe Vargas José Cruz/Divulgação
Diretrizes econômicas do novo presidente também são motivo de preocupação para Pepe Foto: José Cruz / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

Atual deputado federal e deputado estadual eleito para o próximo mandato, Pepe Vargas (PT) acredita que a população terá que esperar para descobrir o verdadeiro perfil do presidente eleito. Para ele, Jair Bolsonaro (PSL) fez discursos mais moderados para ganhar a campanha, posição que não condiz com seu histórico político. Confira a declaração completa de Pepe:

—  Temos duas situações: temos o candidato que ao longo da campanha fez um discurso de divisão do país, de intolerância, de ódio e ao longo da sua vida defendeu isso; e temos o candidato que se elegeu e fez um discurso falando no respeito à democracia e à Constituição. Eu acho que nós vamos ter que aguardar para ver qual é o perfil mesmo do candidato que foi eleito. Saliento o tema da democracia aqui, digo, todo histórico do Bolsonaro é contra a democracia, a favor da tortura, é pregando intolerância contra vários grupos sociais. Agora, quando viu que poderia ganhar a eleição, ele foi moderando esse discurso. Então, vamos ter que ver como vai ser o comportamento dele como presidente, se vai manter o discurso moderado com relação a isso. Agora na economia, considerando que ele já anunciou o nome forte dele para o setor (Paulo Guedes), nós teremos uma política econômica que, lamentavelmente, não nos traz crescimento e não recupera o dinamismo, será uma política econômica neoliberal clássica. Já assistimos isso nos anos 1990 e estamos assistindo isso nos últimos dois anos com resultados bastante graves em termos de desemprego e crises nas finanças públicas. Então, nós precisamos fazer um debate sobre se essa política econômica vai dar resultado ou não vai. Historicamente, ela não deu resultado em lugar nenhum do mundo, não vejo por que daria agora.  

Leia também:
Veja quem foram os governadores eleitos no país
"Que ele tenha discernimento e sabedoria para trabalhar as diferenças, diz reitor da UCS, sobre novo presidente
"Serão quatro anos de muita dificuldade", avalia prefeito de Farroupilha, sobre eleição de Bolsonaro
Em nota, Guerra diz que Bolsonaro e Leite terão prefeito parceiro
"Espero que moralize o país", avalia presidente da Amesne

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros