Manifestantes vão às ruas pela paz e democracia em Caxias do Sul - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Manifestação20/10/2018 | 14h42Atualizada em 20/10/2018 | 15h12

Manifestantes vão às ruas pela paz e democracia em Caxias do Sul

Chamados por grupo de mulheres em uma rede social, centenas de pessoas aderiram à atividade

Manifestantes vão às ruas pela paz e democracia em Caxias do Sul Lizie Antonello / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Lizie Antonello / Agência RBS / Agência RBS
Pioneiro
Pioneiro

Com o slogan pelo convívio, amor, respeito e diversidade, um grupo no Facebook que reúne 3,8 milhões de mulheres chamou a população de Caxias do Sul para ir às ruas neste sábado (20). Esta é a segunda vez em um mês que o grupo realiza uma manifestação na cidade.  A anterior ocorreu no dia 29 de setembro e se caracterizou como ato das mulheres contra o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL).

Desta vez, grupo denomina o evento como cultural pela paz e democracia. Mais de 200 pessoas atenderam ao chamado e se reuniram na Praça da Bandeira, onde deram início a uma caminhada que seguirá até o Parque dos Macaquinhos. Lá, está prevista uma aula pública às 15h. Depois, seguem apresentações artísticas, recreação com crianças e troca-troca de livros, entre outras atividades.

O evento de hoje é um ato com foco diferente. Enquanto o protesto do dia 29 era contra a candidatura de Jair Bolsonaro, esse é a favor da democracia:

— Hoje estamos aqui em defesa do Brasil, da cidadania e da democracia - disse Joceli Aparecida de Queiroz, da União Brasileira de Mulheres (UBM).

Por volta das 14h50min, o grupo saiu da praça pela Moreira César e seguiu pela Avenida Júlio de Castilhos em direção à Praça Dante. Os tambores e os gritos de Ele Não foram interrompidos em frente ao Hospital Pompéia, mas prosseguem normalmente durante o restante do trajeto. Diversas pessoas que passam pelas calçadas da Avenida pararam para ver os manifestantes passarem.

No momento, não há agentes de trânsito controlando o fluxo de veículos nos cruzamentos. Os próprios manifestantes estão interrompendo o tráfego nas esquinas. 

Leia também
"Vou ouvir as pessoas", afirma Tatiane Frizzo, que assumirá vaga de vereador em Caxias
Mirante: movimento sindical do PDT rejeita apoio de ex-prefeito de Caxias a Jair Bolsonaro
Mirante: campanha eleitoral tem novo desdobramento tenso
Apoio a Jair Bolsonaro deixa lideranças do MDB gaúcho desconfortáveis 

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros