Início da votação em Caxias tem grande movimento e duas urnas trocadas - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

 Eleições 201828/10/2018 | 09h21Atualizada em 28/10/2018 | 10h54

Início da votação em Caxias tem grande movimento e duas urnas trocadas

Houve filas em duas seções que receberam a urna trocada duas substituições foram feitas

Início da votação em Caxias tem grande movimento e duas urnas trocadas Diego Mandarino/Agência RBS
Foto: Diego Mandarino / Agência RBS

A votação em Caxias do Sul começou com grande movimentação. No maior local de votação da cidade, o Instituto Cristovão de Mendoza, havia cerca de 50 pessoas aguardando no momento em que o portão foi aberto, às 8h. 

A técnica de enfermagem Fabricia de Oliveira Nunes, 37, foi uma das primeiras a chegar, as 7h15.

— Terminei o turno no hospital e vim logo votar para ir para casa e descansar — contou.

Outra eleitora que chegou cedo foi a cozinheira Maria Sênior Teixeira de Fonseca, 49.

— Vim votar logo no início porque em seguida vou para o meu turno de trabalho no Lar da Velhice São Francisco de Assis — explica.

Leia mais
Conheça a família Belem, que pelos próximos quatro anos terá sua trajetória contada pelo Pioneiro
Entenda como a urna eletrônica funciona e saiba por que é segura 

Por volta das 10h, a movimentação seguia tranquila no Mendoza. O morador do bairro Cinquentenário II Noe Nunes de Oliveira, 76 anos, fez questão de exercer seu direito:

— Não tem idade para votar. Tem que vir, sim. Senão como vou poder reclamar depois? — questionou 

Logo na primeira seção do Cristóvão, havia avisos da Justiça Eleitoral: um cartaz alertava para a proibição do uso do celular na hora do voto e outro aviso orientava o eleitor a aguardar a foto do candidato aparecer antes de confirmar o voto.

Mesmo assim, houve dois casos em que eleitores disseram não ter visto a foto do candidato, conforme o chefe da Zona Eleitoral 169, Edson Borowski.

— Por isso nos pedimos mais uma vez que as pessoas tenham calma e aguardem a foto. São apenas dois votos, o primeiro para governador e o segundo para presidente — reforça.

No Colégio Madre Imilda, onde há 12 seções, não havia filas. 

— Estamos num país de democracia. É importante exercer esse direito — reforçou o engenheiro Fernandes Lucena, 78 anos, que havia acabado de sair da urna.

Já na Casa da Cultura, no Centro, havia movimentação de pessoas mais acentuada em pelo menos uma das seções, por volta das 10h30min. A expectativa é que a partir das 14h haja mais procura para a votação.

Chamou a atenção que em nenhum dos locais visitados pelo Pioneiro havia santinhos espalhados pelo chão.

Urnas trocadas 

Houve uma ocorrência percebida pelos mesários e eleitores no início da votação. Duas urnas foram distribuídas nos locais errados no sábado, uma no lugar da outra: a urna da seção 314 da escola Atiliano Pinguelo e a urna da seção 364 da comunidade de Nossa Senhora Aparecida, no bairro Diamantino.

Conforme Borowski, ambas as seções ficam na zona 169 e registraram filas. Ainda antes das 9h, a urna correta já havia sido colocada na seção 314 da Atiliano Pinguelo. Borowski reconhece que se tratou de uma falha da Justiça Eleitoral na distribuição, quando as urnas foram colocadas nas caixas erradas para serem transportadas aos locais de votação. 

Houve ainda quatro ou cinco ocorrências, conforme ele, em averiguação na cidade, de urnas que teriam algum problema de funcionamento, e as urnas de substituição estão prontas para a troca de houver necessidade. 

Caxias tem cerca de 150 urnas substitutas para o total de 1.088 na cidade. 

Leia também
Justiça deve liberar débitos trabalhistas da Voges nos próximos dias
Acidente deixa uma pessoa morta e bloqueia ERS-122, entre Vacaria e Campestre da Serra 

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros