Mirante: fundo partidário chega a candidatos a deputado de Caxias - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Eleições 201806/09/2018 | 14h04Atualizada em 06/09/2018 | 14h47

Mirante: fundo partidário chega a candidatos a deputado de Caxias

Mauro Pereira (MDB) foi contemplado com R$ 1,5 milhão. Valores de outros candidatos variam de R$ 210 mil a R$ 12 mil 

Mirante: fundo partidário chega a candidatos a deputado de Caxias Roni Rigon/Agencia RBS
Mauro recebeu R$ 1,5 milhão da direção nacional do MDB Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

A divulgação inicial das contas eleitorais dos candidatos a deputado, no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mostra que Mauro Pereira (MDB), que novamente concorre a uma vaga à Câmara dos Deputados, está bem cotado junto à direção nacional. Mauro, que é segundo suplente e exerceu o mandato de fevereiro de 2015 a abril de 2018 e depois ocupou o cargo de assessor parlamentar de Furnas, teve direito a R$ 1,5 milhão de fundo partidário, que aparece como receita na prestação de contas.

O valor é o mesmo recebido por deputados federais da linha de frente das votações, como o presidente estadual do MDB Alceu Moreira, Giovani Feltes, Márcio Biolchi, Darcísio Perondi e Osmar Terra. Fiel escudeiro do presidente Michel Temer (MDB), Mauro não foi esquecido na hora da distribuição dos recursos.

O MDB teve direito a R$ 230.974.290,08 do chamado Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC). No total, o valor destinado aos partidos para as eleições deste ano é R$ 1.716.209.431,00 (um bilhão, setecentos e dezesseis milhões, duzentos e nove mil e quatrocentos e trinta e um reais).

Outros contemplados

A coluna verificou também a fatia que coube a outros candidatos de Caxias, que têm ou ocuparam cargos na política local. Dos nomes que concorrem a federal, o vereador Rodrigo Beltrão (PT) recebeu R$ 40.750 da direção nacional; Assis Melo (PCdoB) recebeu R$ 210 mil da direção estadual; Renato Nunes (PR), R$ 30 mil oriundos da direção nacional.

Entre os que buscam vaga de deputado estadual, Edson da Rosa (MDB) recebeu R$ 15 mil da direção estadual e R$ 10 mil da candidatura de Giovani Feltes a deputado federal; Pepe Vargas (PT) — atualmente deputado federal e presidente estadual do PT — recebeu R$  24 mil da direção nacional; Tibiriçá Maineri (PRB), R$ 19.320 da direção estadual; a vereadora Denise Pessôa (PT) tem R$ 10 mil da direção nacional e R$ 2.038,50 da direção estadual.

Leia também  
Tá na Web: Em vídeos no Twitter, Temer ataca Alckmin
Mirante: se eleito, Bolsonaro diz que Onyx Lorenzoni vai para a Casa Civil



 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros