Mirante: Em Caxias, Fernando Haddad compromete apoio do PDT no segundo turno - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 

Eleições 201827/09/2018 | 20h07Atualizada em 28/09/2018 | 15h07

Mirante: Em Caxias, Fernando Haddad compromete apoio do PDT no segundo turno

O presidenciável petista participou de ato de campanha na Praça Dante Alighieri hoje no início da tarde

Mirante: Em Caxias, Fernando Haddad compromete apoio do PDT no segundo turno Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Candidato ressaltou o papel da mulher em um eventual governo: "Não é para figurar". Ele jogou rosas no final do comício Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

A declaração do candidato à Presidência da República, Fernando Haddad, em Caxias do Sul, de que estarão juntos no segundo turno com o PDT de Ciro Gomes veio como resposta à manifestação do adversário, feita no debate realizado pelo SBT, na quarta-feira.

Na corrida pela chegada ao segundo turno, com Haddad aparecendo em segundo lugar nas pesquisas e o pedetista em terceiro, Ciro disse que "se puder governar sem o PT, eu prefiro".

Embora tenha dito que "a gente não antecipa resultado eleitoral, não fica bem, não é elegante", a afirmação do petista em relação ao PDT demonstra que há certeza de que receberá o apoio. Caso se confirme sua chegada à disputa final, claro.

A afirmação pode trazer prejuízos para Ciro. Afinal, o próprio pedetista demonstrou no debate querer se descolar do PT. Afirmou, inclusive, que o PT criou "uma estrutura de poder odienta que acabou criando o  (Jair) Bolsonaro, essa aberração".

Eleitores que pensam em votar em Ciro, mas ainda não estão convictos, podem torcer o nariz com a declaração. Haddad comprometeu o PDT. 

Haddad fez questão de dizer que são muito próximos e lembrou que no Ceará, onde Ciro foi governador, o PT está com o PDT (o governador Camilo Santana, do PT, concorre à reeleição com a vice Izolda Cela, PDT).

Ciro, por sua vez, em entrevista à rádio Jornal, de Pernambuco, afirmou que prefere enfrentar justamente Haddad no segundo turno, justificando que seria uma disputa entre duas pessoas que respeitam a democracia. 

Resta aguardar a resposta de Ciro a Haddad.

:: O vereador Rafael Bueno, líder da bancada do PDT na Câmara, foi um que não gostou da declaração de Haddad. Reagiu de imediato. Disse que o candidato não deve antecipar o segundo turno, deve respeitar os tempos da eleição.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros