Ex-deputado federal Mauro Pereira obtém retratação por ofensas - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Mirante08/07/2018 | 14h30Atualizada em 08/07/2018 | 15h53

Ex-deputado federal Mauro Pereira obtém retratação por ofensas

Episódio ocorreu na Farmácia Central, em Caxias, em dezembro do ano passado, com vídeo divulgado em rede social

Ex-deputado federal Mauro Pereira obtém retratação por ofensas Roni Rigon/Agencia RBS
Mauro Pereira e sua esposa foram alvo de agressões verbais e autor teve que pedir desculpas Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

O ex-deputado federal Mauro Pereira (MDB) obteve vitória em processo movido pela Procuradoria da República contra Rafael Wandscher que o hostilizou em dezembro do ano passado na Farmácia Central e publicou vídeo no Facebook. Na ocasião, Mauro estava acompanhado de sua esposa.

Wandscher fez ofensas ao então deputado e ameaçou agredi-lo fisicamente. Houve grande repercussão. Mauro fez denúncia à Polícia Federal, que instaurou inquérito por injúria. 

Leia mais
José Ivo Sartori e Mauro Pereira são alvo de constrangimento em Caxias

Conforme nota enviada por Mauro à imprensa, "através do processo 50155930-47.4.04.7107, em trâmite na 5ª Vara Federal de Caxias do Sul, o autor do ataque, Rafael Wandscher, reconheceu que suas agressões se deram sem qualquer prova. E, em acordo com o Ministério Público Federal, o senhor Wandscher retratou-se no processo e em suas redes sociais, pedindo desculpas ao político". 

Foi determinado o pagamento de dois salários mínimos, parcelado em oito vezes de R$ 238,50, a ser depositado na conta da 5ª Vara. Conforme o advogado de Mauro, Thiago Righi Reis, o valor será destinado a uma entidade carente de acordo com definição do juiz. 

Na retratação, o autor das ofensas pede desculpas ao atual suplente de deputado, dizendo que não tem provas de qualquer fato desabonador da honra e imagem de Mauro. O vídeo foi excluído. No processo, consta o texto da retratação aprovada, cópia da postagem e a determinação de que "é vedada a posterior exclusão da postagem".  

Mauro diz que sempre acreditou no Poder Judiciário e sempre lutará para que ofensas, abusos e agressões como a vivida na Farmácia Central sejam combatidas até as últimas consequências. Ressalta que sempre prezou pelo trabalho sério, sua honra e honestidade. 

Ele analisa o ingresso de ação por danos morais na Justiça comum.

Leia também

TRF-4 concede habeas corpus ao ex-presidente Lula
Sai a Seleção, vêm aí as eleições

Em um ano e meio, Câmara de Caxias do Sul convocou oito membros do Executivo para prestar esclarecimentos
Líder do governo diz que autor de pedido de impeachment do prefeito de Caxias foi usado de "testa de ferro" 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros