"Ecoparque é muito genérico", justifica secretária do Meio Ambiente de Caxias para troca de nome - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Mirante20/07/2018 | 14h20Atualizada em 20/07/2018 | 14h20

"Ecoparque é muito genérico", justifica secretária do Meio Ambiente de Caxias para troca de nome

Iniciativa é vista como uma forma de tentar desvincular a obra do governo passado

"Ecoparque é muito genérico", justifica secretária do Meio Ambiente de Caxias para troca de nome Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Nome atual pode ser visto na placa Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

A finalidade da troca do nome do parque junto ao complexo de barragens Dal Bó, no bairro Nossa Senhora do Rosário, concebido em 2015 pela administração passada com a denominação de Ecoparque (conforme o edital de 2016), tem provocado questionamentos e críticas ao governo Daniel Guerra (PRB).

Leia também
População pode votar em nome para novo parque de Caxias

Ecoparque de Caxias deve abrir na primavera

Diante da série de problemas e polêmicas em Caxias do Sul, para alguns a iniciativa tenta criar um fato para desviar a atenção, mas, principalmente, objetiva desvincular a obra do governo que a idealizou.

A secretária municipal do Meio Ambiente, Patrícia Rasia, nega que a intenção seja descolar do governo passado e, sim, trazer as pessoas para participar, sem impor o nome.

— Ecoparque é muito genérico e já é usado em outras cidades — argumenta Patrícia.

Sendo assim, buscaram nomes relacionados com a cultura local.

Por meio de uma votação pública na página da prefeitura no Facebook, que se encerra nesta sexta-feira, a comunidade pode escolher entre as opções Vitaparque, Parque das Araucárias e Parque Dal Bó. A previsão de inauguração é até o final deste ano.

Reação na Câmara

Na Câmara, o vereador Rafael Bueno (PDT) classificou a ideia de ridícula e disse que o prefeito Guerra deveria sugerir uma enquete às pessoas que ficam esperando horas para serem atendidas no Postão ou na UPA.

— Sabe como seriam as opções? À Espera de um milagre, À espera do socorro, Clemência — disse.

Renato Nunes (PR) respondeu que nos governos de José Ivo Sartori (MDB) e de Alceu Barbosa Velho (PDT) houve mudanças, por exemplo, do Fundoprocultura para Financiarte, de Fundel para Fiesporte, de Minha Casa, Minha Vida para Caxias Minha Casa.

— É, aí pode — alfinetou.

Leia também
Após quase um ano, representações na Comissão de Ética da Câmara de Caxias devem ter desfecho
Partidos têm até 5 de agosto para oficializar candidaturas
Líder do governo de Caxias ganha mais prazo na Subcomissão de Ética no Legislativo
Clima tenso na Câmara de Vereadores de Caxias entre governista e presidente da Casa

 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros