O recado da greve aos políticos - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Mirante02/06/2018 | 09h00Atualizada em 02/06/2018 | 09h00

O recado da greve aos políticos

População extravasou sua insatisfação com o governo, com as denúncias de corrupção e com os partidos 

O recado da greve aos políticos Wilson Dias, Divulgação/
Michel Temer fez breve pronunciamento na noite desta sexta-feira, nitidamente abatido Foto: Wilson Dias, Divulgação

É um outro governo que a população quer. Este foi o recado que deve ser absorvido com a paralisação dos caminhoneiros e as consequências para o país. O preço dos combustíveis foi o estopim para que a insatisfação fosse deflagrada. 

Leia mais
"Orem por mim e pelo governo", pede Michel Temer a pastores
Motoristas formaram filas nos postos de combustíveis nesta sexta em Caxias do Sul

Claro que interesses políticos e econômicos foram embutidos, mas, de forma geral, o cidadão tinha a necessidade de extravasar a sua indignação frente a um governo impopular e cercado de denúncias de corrupção.

Outra questão é o crescimento aos pedidos por intervenção militar. A adesão a essa ideia vem do descrédito com os partidos e seus representantes. E o pior é que praticamente nada é feito que possa mudar essa imagem.

O presidente Michel Temer (MDB), na noite desta sexta, no breve pronunciamento sobre a saída de Pedro Parente da Petrobras, era o retrato do abatimento, reflexo do que é esse governo. 

Aliás, os comentários de que nova paralisação deve ocorrer na segunda era o assunto predominante. O Ministério da Segurança Pública descartou.  O Planalto diz que o áudio que circula pelo WhatsApp é falso.

Leia também
Horários de ônibus sofrem mudanças a partir de segunda-feira em Caxias
Presidente de Amob diz que é vergonhoso vereadores votarem sem saber o que estão votando 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros