Maesa deve sediar audiência pública, em Caxias - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Mirante30/06/2018 | 08h00Atualizada em 30/06/2018 | 08h00

Maesa deve sediar audiência pública, em Caxias

Intenção de vereadores é que as pessoas tenham a real dimensão sobre a situação do prédio e da ocupação

Maesa deve sediar audiência pública, em Caxias Daniel Corrêa, Divulgação/
Rafael Bueno (PDT) e Paulo Périco (MDB) estiveram no ato Abrace a Maesa Foto: Daniel Corrêa, Divulgação

A Frente Parlamentar A Maesa é Nossa e a Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação, Cultura, Desporto, Lazer e Turismo, da Câmara de Vereadores, pretendem realizar audiência pública, em julho, nas dependências do prédio histórico. Por enquanto, é só intenção. Será solicitada autorização ao secretário da Cultura, Joelmir da Silva Neto, e também ao prefeito Daniel Guerra (PRB).

A realização da audiência dentro da Maesa é para que as pessoas tenham a real dimensão da situação do prédio e de como está ocorrendo a ocupação. Serão discutidas questões como a falta de movimentação do poder público municipal para que o prédio da Maesa seja ocupado como era previsto após a cedência pelo governo do Estado e o que efetivamente foi feito desde a cedência; motivos para exclusão da União das Associações de Bairros (UAB) e da Câmara de Vereadores da comissão que discute a ocupação e por que na nova composição há mais membros do governo municipal do que da sociedade civil.

A ideia é levar a comunidade estudantil para o debate para que conheçam e aprendem mais sobre a importância da preservação e ocupação do prédio e chamar vizinhos do patrimônio histórico, movimentos sociais, integrantes da UAB, sindicatos e demais entidades para que tenham a visão de pertencimento da edificação.

Ouça: 

Áudio: o que foi notícia na coluna Mirante

O plano de desocupação da Voges é outro ponto a ser abordado. Está previsto que haja participação do Ministério do Trabalho e do Ministério Público. 

Na noite de quinta-feira, os vereadores que presidem, respectivamente, a Frente Parlamentar e a Comissão de Educação, Rafael Bueno (PDT) e Paulo Périco (MDB), participaram do ato Abrace a Maesa.

Leia também
Câmara de Caxias diz que situação de ex-vereador não se enquadra na Lei da Ficha Limpa Municipal
Indeferida instauração de inquérito contra o prefeito de Caxias pela expressão "mini-Brasília"

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros