Líder de governo de Caxias sugere dar "corretivo" a presidente de bairro com corte de verbas a comunidade - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Política06/06/2018 | 11h00Atualizada em 06/06/2018 | 11h44

Líder de governo de Caxias sugere dar "corretivo" a presidente de bairro com corte de verbas a comunidade

Na gravação, Chico Guerra (PRB) diz que Marciano Correa da Silva precisa sentir o posicionamento contrário ao prefeito e irmão Daniel Guerra. Nesta manhã, o vereador reconheceu autenticidade de áudio

Líder de governo de Caxias sugere dar "corretivo" a presidente de bairro com corte de verbas a comunidade Daniel Correa / Divulgação/Divulgação
Presidente do Cânyon (foto) se manifestou na sessão desta quarta-feira, após áudios serem revelados pelo vereador Rafael Bueno Foto: Daniel Correa / Divulgação / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

 O líder de governo de Daniel Guerra (PRB) na Câmara de Caxias do Sul, Chico Guerra (PRB), que também é irmão do prefeito, admitiu na manhã desta terça-feira a autenticidade de um áudio (confira a íntegra abaixo) em que sugere um "corretivo" ao presidente do bairro Cânyon, Marciano Correa da Silva. A conversa ocorreu entre o vereador e o ex-titular da Coordenadoria de Relações Comunitárias, Rafael Bado. O áudio, conforme a nota encaminhada pela assessoria do parlamentar nesta manhã, seria do ano passado. 

Na troca de mensagens, Chico Guerra alega que Marciano precisava de "corretivo" por estar "batendo que nem louco no governo" e propõe o corte de "qualquer benfeitoria" para o bairro Cânyon para que o líder comunitário "sentisse na pele" que a insistência do posicionamento contrário ao governo acabaria o prejudicando. 

A conversa foi revelada na sessão ordinária desta quarta-feira pelo vereador Rafael Bueno (PDT). Ele divulgou um vídeo contendo a gravação. 

Em defesa, Chico Guerra alega que Marciano teria o ameaçado de morte durante uma das sessões da Câmara. No entanto, embora reconheça que tenha orientado o coordenador de Relações Comunitárias a não priorizar as demandas do bairro Cânyon, ele ressalta que a comunidade não ficou desassistida. Confira a nota na íntegra encaminhada pela assessoria do vereador ao Pioneiro:

"O áudio é ainda do ano passado quando o senhor Marciano durante uma sessão da Câmara de Vereadores ameaçou de matar a mim e o prefeito com um facão. Posterior a isso, o coordenador de relações comunitárias Rafael Bado pediu uma posição se deveria continuar priorizando as demandas do Senhor Marciano, respondi o que está no áudio e pontuei que as demandas vindas por meio do Senhor Marciano não deveriam ser priorizadas. Isso não comprometeu as demandas levantadas pela própria população pelo Alô Caxias, prova disso são as milhares de demandas já atendidas em toda a cidade. Trata-se de uma estratégia da oposição para tentar ganhar visibilidade às vésperas da eleição, prova disso é a “indignação tardia” uma vez que o Senhor Rafael Bado tem estes áudios desde 2017."

Ao Pioneiro, Marciano negou que tenha proferido ameaças contra Chico Guerra e relatou ter registrado boletim de ocorrência contra o prefeito e o líder de governo, Chico Guerra.

— Dizer que vai "dar um corretivo, dar um basta" é uma ameaça de morte, é dizer que quer dar um fim na vida pessoa. Já registrei na polícia e vou colocar na Justiça — afirmou Marciano.

A reportagem aguarda resposta da prefeitura sobre o fato.

Confira a transcrição do áudio na íntegra:

Chico Guerra: Oi, bom dia Bado, tudo bom? Eu acho só o seguinte, eu acho que tem que ter um corretivo no Marciano, presidente do Cânyon, tá? Ele tá todas as sessões batendo que nem louco no governo. Então acho que ou cortem qualquer benfeitoria, sei lá, ele tem que sentir na pele que se ele fica contra o governo ele acaba se prejudicando. Alguma coisa tem que ser feita. Não levei o assunto pro prefeito, mas vou acabar levando porque algum corretivo esse cara tem que levar, tá? Daqui a pouco para o povo sentir que por causa dele o Cânyon tá ficando desassistido.

Rafael Bado: Chico, boa noite, tudo bem? Chegou a falar com o prefeito qual é a instrução que a gente tem a respeito do seu Marciano do Cânyon? O que é para ser feito ou alguma coisa assim? Eu tô só esperando norte de vocês.

Chico Guerra: Boa noite Bado, beleza? Eu não consegui falar ainda hoje porque hoje tava um tumulto lá com aquela história da sessão, por causa do Périco, verador Périco, então eu perdi a tarde inteira nisso aí. Mas amanhã quero ter uma posição já do prefeito. Mas eu te falo, qualquer coisa, valeu meu, um abraço.  

Chico Guerra: Boa noite Bado. Acabei falando com ele, por whats, ele mandou recado e disse que realmente, tem que mudar a postura totalmente com o cara, não dar espaço mais nenhum e botar ele pra correr. Então ele tem que sentir na pele e ainda me pediu para eu levantar os anais do que ele colocou lá, do que ele comentou para ver se o Executivo faz alguma coisa contra a pessoa. Mas  da tua postura ele passou isso aí: botar ele pra correr, não dar espaço e mudar radical para ele sentir mesmo o que ele tá fazendo.  Então se ele pedir alguma coisa pode deixar bem claro: como a postura dele tá bem contra o prefeito e bem contra a gestão ele vai ter que pegar bastante para conseguir alguma coisa. Esse é o tipo... O número um da lista negra para qualquer providência. Essa é a postura. Valeu, tchau.

Confira o vídeo:


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros