"Orem por mim e pelo governo", pede Michel Temer a pastores - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Greve dos caminhoneiros31/05/2018 | 17h07Atualizada em 31/05/2018 | 17h08

"Orem por mim e pelo governo", pede Michel Temer a pastores

Presidente esteve na convenção das Assembleias de Deus no Brasil e disse que a paralisação se encerrou "graças ao diálogo"

"Orem por mim e pelo governo", pede Michel Temer a pastores Valter Campanato/Divulgação
Temer disse que mantém sobre a mesa dois livros: a Constituição Federal e a Bíblia Foto: Valter Campanato / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

O presidente Michel Temer (MDB) esteve nesta quinta-feira na Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil, em Brasília. Ao seu lado estava o pré-candidato a presidente, o ex-ministro Henrique Meirelles. Aos pastores da Assembleia de Deus de todo país, ele pediu orações.

Leia mais  
Locaute na greve dos caminhoneiros incluía pregos escondidos em laranjas e ameaças com armas
Apesar da retomada do abastecimento em Caxias, Visate deve normalizar operações apenas na segunda

Conforme informações da Agência Brasil, o presidente comemorou o fim da paralisação dos caminhoneiros. Embora tenha convocado as Forças Armadas, ele atribuiu o resultado ao diálogo.

— Encerramos a greve dos caminhoneiros por meio de uma atitude minha que, muitas vezes, tem sido criticada, que é o diálogo. 

E emendou:

— Quando o diálogo começou a faltar, chamei as forças federais para pacificar o país.

Em seguida, fez um pedido:

— Peço que orem por mim e pelo governo. Estarão orando pelo país.

Dias difíceis

Reunido com os 27 presidentes estaduais da Assembleia de Deus no Brasil, Temer disse que mantém sobre a mesa dois livros: a Constituição Federal e a Bíblia Sagrada.

— Não foram poucas as vezes que abri a Bíblia, sem nenhuma intenção e, quando folheei uma página qualquer, lia um Salmo ou um provérbio e lá encontrava o caminho para aquele dia. Os dias na Presidência não são fáceis.

Leia também
Presidente de Amob diz que é vergonhoso vereadores votarem sem saber o que estão votando 
Às vésperas de eleição, TSE reconduz ao cargo prefeito afastado de Bom Jesus
Defesa à intervenção militar é "bombardeada" na Câmara de Vereadores, em Caxias


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros