Crítico do governo Dilma durante paralisações de caminhoneiros, ex-deputado Mauro Pereira agora silencia  - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Mirante24/05/2018 | 13h59Atualizada em 24/05/2018 | 21h26

Crítico do governo Dilma durante paralisações de caminhoneiros, ex-deputado Mauro Pereira agora silencia 

Atualmente assessor parlamentar de Furnas, ele alega que está sem assessoria de imprensa, por isso não divulgou posição

Crítico do governo Dilma durante paralisações de caminhoneiros, ex-deputado Mauro Pereira agora silencia  Wilson Dias, Divulgação/
Mauro Pereira é forte aliado do presidente Michel Temer Foto: Wilson Dias, Divulgação

Em 2015, o então deputado federal Mauro Pereira (MDB), em postagem no Facebook (abaixo), apelava ao vice-presidente Michel Temer (MDB) para que a equipe econômica alertasse a presidente Dilma Rousseff (PT) de que "a situação se agrava a cada hora que passa, de que os caminhoneiros precisam ser tratados com mais dignidade e o aumento do preço dos combustíveis tem que ser revisto". Também dizia: "O Brasil precisa andar, antes que haja uma revolução". 

Leia mais
Ônibus intermunicipais já operam na reserva em Caxias 
Simecs orienta empresas caxienses a flexibilizar jornada de trabalhadores para evitar transtornos com paralisação
Associação garante que estabelecimentos do RS dispõem de estoque de 15 dias de produtos não-perecíveis

Dilma sofreu impeachment, Temer tornou-se presidente. 

Agora, no Facebook do fiel aliado do presidente, o hoje assessor parlamentar de Furnas, não há manifestação sobre a situação que atinge o país com o aumento dos combustíveis. 

Embora não seja mais deputado, justificou, pelo WhatsApp, que está sem assessoria, por isso não enviou material sobre o assunto. Nada disse sobre não ter comentado nas redes sociais a respeito da situação alarmante que atinge o país, resultado da política do governo Temer. Por outro lado, em seu Facebook, constam várias postagens de atividades que participou e atuação como deputado ou como secretário municipal.

Por telefone, ele repetiu que não tem assessoria de imprensa.

E acrescentou:

— Não tenho tribuna, não sou mais deputado. Meu pensamento da época sobre os caminhoneiros é o mesmo. Estamos trabalhando para achar a solução. 

Vale lembrar que Mauro trabalhou forte pelo impeachment, é CC do governo e pré-candidato a deputado federal.

Leia também
Sete vereadores se manifestam a favor de criação de CPI em Bento Gonçalves
Tour do prefeito de Caxias com conselheiros de Saúde à UPA e ao Postão é visto como "espetacularização"

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros