"Objetivo atingido", diz Pepe Vargas sobre adoção do nome Lula - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Mirante14/04/2018 | 09h30Atualizada em 14/04/2018 | 09h30

"Objetivo atingido", diz Pepe Vargas sobre adoção do nome Lula

Deputado, que está com Miguel Rossetto em roteiro de visitas, afirmou que o instrumento de denúncia virou notícia internacional

"Objetivo atingido", diz Pepe Vargas sobre adoção do nome Lula Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Rodrigo Beltrão, Miguel Rossetto e Pepe Varga: avaliação do cenário político e das pré-candidaturas petistas Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

O bombardeio de críticas nas redes sociais em função de ter adotado o nome Lula em solidariedade ao ex-presidente preso não incomoda o deputado federal e presidente do PT gaúcho, Pepe Vargas. O que importa, segundo ele, é que o objetivo foi alcançado, no sentido de a manifestação em protesto ao que define como “prisão ilegal” ter repercutido internacionalmente. 

Leia mais
Pepe adota nome parlamentar "Pepe de Lula Vargas"
Uso de bandeira do PDT em ato contra a prisão de Lula, em Caxias, provoca divisão no partido
PDT e PT de Caxias do Sul retomam divergência
Cerca de 50 pessoas participam de ato contra prisão de Lula em Caxias do Sul 

— Quem se manifestou contra é porque é contra nós, obviamente. O nosso objetivo foi totalmente atingido. O objetivo era utilizar isso enquanto instrumento de denúncia e de solidariedade ao Lula, e virou notícia nacional e internacional.

Pepe e os demais deputados petistas e alguns senadores pediram que seja incluído Lula no nome parlamentar (o que os identifica nas votações). O ex-prefeito de Caxias do Sul passou a se chamar "Pepe de Lula Vargas". 

Pepe, o pré-candidato ao governo do Estado pelo PT, Miguel Rossetto, e o vereador Rodrigo Beltrão estiveram em visita ao Pioneiro. Rossetto cumpre roteiro em Bento Gonçalves e Caxias até este sábado. Os três são da mesma corrente interna,  a Democracia Socialista (DS). Beltrão é pré-candidato a deputado federal, enquanto Pepe irá a estadual. A vereadora Denise Pessôa, que também é pré-candidata a deputada estadual, não participou. Ela é da Unidade e Luta Democrática (ULD). Rossetto não adotou o nome Lula.

Pepe também respondeu às declarações do vereador Ricardo Daneluz (PDT), sobre a presença de bandeiras de seu partido em ato contra a prisão de Lula. O presidente estadual do PT disse que a direção nacional do PDT tem assumido absoluta solidariedade, acrescentou que eles têm um bom diálogo com o PDT gaúcho. 

— Se tem alguém que está um pouco descontextualizado, é alguém do PDT que não está sinalizado com isso. Eu posso garantir que a sintonia do PDT é outra. O vereador que se manifestou está em dessintonia com a posição do PDT. E acho que vai ficar mais claro nos próximos dias — respondeu, sinalizando para acertos nas eleições no Estado.

E demonstrou satisfação com a resposta do pedetista Jonatan Fogaça, integrante da Juventude Socialista, que participou do ato que teve as bandeiras do PDT, e repetiu-a para Rossetto: "O PDT não é um puxadinho do PT, mas também não é do PMDB".

Pré-candidaturas

Miguel Rossetto demonstra muita confiança na pré-candidatura, apesar de todos os episódios que o PT vem enfrentando. Como todo pré-candidato, é natural que exale otimismo. Diz que irão crescer muito e ter uma campanha vitoriosa (confira as declarações dele na Entrevista da Segunda, do Pioneiro). No âmbito federal, afirmou que Jair Bolsonaro (PSL-RJ) "é um criminoso, não um candidato", por defender estupro.

Sobre os nomes de Caxias para a disputa, Pepe disse que como presidente do PT, está estimulando o maior número de candidaturas possíveis. 

— Não vejo problema de ter dois candidatos aqui com o colégio eleitoral que temos.

Diante do mal-estar manifestado por Denise pelo fato dele também  ir a estadual, inclusive tendo sido encaminhada carta ao partido, ele diz que é um direito do grupo da vereadora.

— A candidatura da Denise é uma candidatura boa, legítima, importante para nós. É importante para o PT ter uma candidatura como a da Denise, não há de nossa parte nenhum problema com isso.

Leia também
Definido esquema de segurança para votação do impeachment do prefeito de Caxias do Sul
Após Caxias do Sul, Vacaria pode ter presos em delegacias
Cães, fuzis e armadilhas no cerco ao javali


 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros