Vereadores têm estado distantes dos depoimentos no processo de impeachment do prefeito Daniel Guerra - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Mirante12/03/2018 | 07h28Atualizada em 12/03/2018 | 07h28

Vereadores têm estado distantes dos depoimentos no processo de impeachment do prefeito Daniel Guerra

Aos final, serão os parlamentares quem decidirão sobre o futuro do prefeito

Vereadores têm estado distantes dos depoimentos no processo de impeachment do prefeito Daniel Guerra Roni Rigon/Agencia RBS
Cadeiras reservadas a parlamentares na Sala das Comissões têm ficado a maioria vazias Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

Nesta segunda-feira à tarde, será realizada a última das audiências para tomada de depoimentos de testemunhas de defesa no processo de impeachment do prefeito Daniel Guerra (PRB). E o que tem se visto é uma baixa participação dos vereadores nessas sessões da Comissão Processante onde as testemunhas têm prestado seus esclarecimentos sobre os sete tópicos da denúncia. Vereadores que, ao fim e ao cabo, devem estar muito bem informados, pois são eles que decidirão no plenário da Câmara sobre o futuro de Guerra.

Leia mais:
Testemunhas fizeram a defesa de três tópicos da denúncia de impeachment do prefeito de Caxias
Secretária da Saúde de Caxias nega suposta irregularidade apontada em denúncia 
Os dois primeiros depoimentos da Comissão Processante da Câmara de Vereadores de Caxias
Prefeito de Caxias do Sul não comparece a depoimento na comissão de impeachment 

Contam-se nos dedos de uma das mãos, e talvez sobrem dedos, aqueles vereadores – sem contar os três integrantes da Comissão Processante – que participaram de todas as sessões da semana passada, ouvindo as testemunhas. Quem sabe estejam ouvindo os depoimentos em seus gabinetes, pela TV Câmara. Ou quem sabe não. Alguns dos vereadores participaram de algumas sessões, mas de outras não, e há os que não foram vistos em nenhuma delas.

Também surpreende a ausência de repercussão em plenário sobre o teor dos depoimentos. As oitivas transcorreram durante toda a semana, paralelamente à sessões, e não motivaram intervenções dos vereadores.

Ou seja, os combativos vereadores de oposição estão deixando sem contraponto os depoimentos das testemunhas de defesa. Poderiam fazer esse contraponto nas sessões, mas não fazem.

Leia também:
Caso da menina desaparecida em Caxias: participação da comunidade é fundamental
Blitz flagra 39 condutores bêbados em Caxias
Polícia faz buscas por criança desaparecida em Caxias do Sul 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros