Saiba qual será o roteiro de Jair Bolsonaro em Caxias do Sul  - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Mirante29/03/2018 | 13h24Atualizada em 29/03/2018 | 13h24

Saiba qual será o roteiro de Jair Bolsonaro em Caxias do Sul 

Pré-candidato a presidente da República estará na cidade no dia 5 de abril

Saiba qual será o roteiro de Jair Bolsonaro em Caxias do Sul  Roni Rigon/Agencia RBS
Outdoors começam a aparecer na região com foto do pré-candidato à Presidência e os dizeres "Brasil acima de tudo, Deus acima de todos" Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

A vinda do pré-candidato à Presidência da República, deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ), a Caxias do Sul, no próximo dia 5, já está com a programação definida. Paralelamente, os outdoors começam a aparecer na região – a exemplo de um na RSC-453, com a foto do deputado e os dizeres: Brasil acima de tudo, Deus acima de todos

Leia mais
Jair Bolsonaro vem a Caxias do Sul em abril

DEM caxiense apoia Jair Bolsonaro

Neste sábado, às 11h30min, a Associação Duque de Caxias, que apoia o pré-candidato, inaugura um outdoor na Avenida Júlio de Castilhos, ao lado do parque Cinquentenário, em Caxias. Está previsto outro para os próximos dias, também na Júlio, ao lado do Recreio Guarany, da  Comissão Pró-Bolsonaro Serra Gaúcha 2018, composta por 16 empresários de Caxias.

Sandro Fantinel, que coordena a comissão e a vinda de Bolsonaro, contando com a participação do presidente do DEM, Milton Corlatti, diz que o deputado vem em voo comercial e chega às 15h20min. A expectativa é de que cerca de 2 mil pessoas o recebam no aeroporto. Ali, em um caminhão de som, ele fará uma fala e depois se dirige ao 12º BPM. A visita vai durar 30 minutos. 

De lá, Bolsonaro segue para a Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC), onde dá entrevista coletiva às 17h. Após, se reúne com empresários. A estimativa é de que cerca de 200 participem.

O contato com a população será no salão paroquial da igreja Nossa Senhora da Saúde, com previsão para ocorrer entre 19h30min e 20h. Serão colocados dois telões. São aguardadas 2 mil pessoas. 

Apesar de toda a cara de campanha, vale lembrar que ainda não começou (oficialmente), não pode, portanto, haver manifestações de voto. O tema a ser abordado por Bolsonaro será segurança pública.

A segurança e os custos

A possibilidade de manifestações de protesto e até de violência na visita de Bolsonaro é uma preocupação. Foram contratados pelo grupo 16 seguranças particulares. Sandro Fantinel admite que temem que ocorra algo parecido como na caravana do ex-presidente Lula (PT).

– A comissão é contra o que foi feito com o ônibus do Lula. A resposta tem que dar na urna – diz. 

Bolsonaro e o grupo jantam em Caxias e depois ele segue para o hotel (provavelmente o Blue Tree Towers). Ele deixa Caxias na manhã seguinte em direção a São Leopoldo.

– Todas as propagandas – outdoor, adesivos, camisetas – são doações de particulares. O que não é coberto por nós é a passagem de avião – garante Fantinel. 

Ele diz que ofereceram para bancar o custo do hotel, mas ainda não tiveram uma resposta. O organizador conta que trabalhou um ano para que Bolsonaro viesse e somente na terceira ida a Brasília conseguiu o ok.

Leia também
Câmara de Vereadores de Bom Jesus duplicou gastos com diárias
Deputados de Caxias têm posições divergentes sobre elogios de Ana Amélia aos atos contra caravana de Lula

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros