Prefeito de Caxias do Sul não comparece ao depoimento na comissão do impeachment - Política - Pioneiro
 

Governo26/03/2018 | 08h38Atualizada em 26/03/2018 | 09h27

Prefeito de Caxias do Sul não comparece ao depoimento na comissão do impeachment

A comissão do impeachment entregou a convocação à defesa do prefeito na última quinta-feira

Prefeito de Caxias do Sul não comparece ao depoimento na comissão do impeachment André Tajes / Agência RBS/Agência RBS
Foto: André Tajes / Agência RBS / Agência RBS

O prefeito de Caxias do Sul, Daniel Guerra (PRB), Daniel Guerra, não irá comparecer ao depoimento no processo de impeachment contra ele marcado para às 9h desta segunda-feira. A informação foi confirmada pelo advogado de defesa, Heron Fagundes, por volta das 8h20min.

Leia mais
Presença do prefeito Daniel Guerra no depoimento do processo de impeachment gera expectativa
Falta um voto para barrar impeachment do prefeito de Caxias do Sul  

A comissão do impeachment entregou à convocação a defesa do prefeito da última quinta-feira. Na sexta, Fagundes já havia sinalizado que, por estratégia de defesa, Guerra não deveria comparecer ao depoimento.

Segundo Heron, o principal argumento para que o prefeito não compareça na sessão de depoimento é que existe um mandado de segurança pedindo o afastamento do relator da Comissão, vereador Elói Frizzo (PSB).

— Se o prefeito fosse hoje, esse mandado de segurança perde o objeto. A gente busca em segunda instância que o mesmo (relator) seja afastado.

Foto: André Tajes / Agência RBS

Um pequeno grupo enfrentou uma garoa para manifestar apoio ao prefeito Daniel Guerra. Eles exibiam uma faixa e cartazes.

Leia também
Senador Paulo Paim propõe Prêmio Naiara Soares Gomes

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros