Movimentos no PSB de Caxias do Sul de olho nas eleições - Política - Pioneiro
 

Mirante21/03/2018 | 09h18Atualizada em 21/03/2018 | 09h18

Movimentos no PSB de Caxias do Sul de olho nas eleições

Surge nome de Max Mota, coordenador do Sine, como pré-candidato a deputado federal

Movimentos no PSB de Caxias do Sul de olho nas eleições Roni Rigon/Agencia RBS
Max Mota teve o nome confirmado pelo secretário-geral do PSB gaúcho Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

O surgimento de uma nova pré-candidatura para as eleições de outubro no PSB pegou de surpresa o próprio presidente do partido, Adriano Boff. O coordenador do Sine, Max Mota Rodrigues, informou que seu nome já está na lista do diretório estadual para concorrer. A pré-candidatura, inicialmente, é para deputado federal.

Leia mais
PMDB de Caxias terá um candidato a deputado estadual e um a federal
Ex-vice-prefeito de Caxias retira pré-candidatura pelo PMDB Pepe Vargas não irá concorrer a deputado federal na eleição deste ano

A tendência é de que o presidente da Câmara de Vereadores, Alberto Meneguzzi,  não concorra, apesar de o partido insistir. Seu foco é o mandato de vereador e a presidência do Legislativo.

O secretário-geral do PSB gaúcho, Vicente Selistre, confirma o nome de Max. Ele diz que é indicado pela corrente sindical e trata-se de uma orientação estatutária buscar candidatura no movimento social. Ao mesmo tempo, afirma que há a torcida para que Meneguzzi concorra, e que seria para a Assembleia Legislativa. Porém, se Meneguzzi apresentar o nome para federal, caberia à direção estadual avaliar. 

Por sua vez, Adriano Boff diz que Max não conversou oficialmente com ele.  E lembra que as candidatura com mais viabilidade são as de quem concorre a vereador  – cita os três eleitos, Elói Frizzo e Edi Carlos Pereira de Souza, além de Meneguzzi, e diz que Wagner Petrini (Muleke), primeiro suplente, também está à disposição. Mesmo assim, Boff diz que é melhor ter mais do que menos nomes para concorrer. 

Boff reforça que a meta é ter Meneguzzi na disputa e que pretendem ouvir os apoiadores do vereador. Para estadual, também é pré-candidata Tatiane Duarte.

Nos bastidores, há comentários de que o ex-vice-prefeito Antonio Feldmann iria para o PSB. Ele pretende concorrer a deputado federal. Boff afirma que não está fechando a porta, mas dispara:

– Se está com vontade de namorar, primeiro saia do PMDB.

A previsão era de que o ex-vice anunciasse nesta terça-feira se deixará o PMDB, o que não ocorreu.

No domingo, os socialistas da Serra estarão em Caxias, a partir das 9h, na Câmara de Vereadores, para debater sobre o caminho a seguir para o governo do Estado.

Leia também
Licitações da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul serão transmitidas ao vivo
Em palestra na CIC, prefeito de Caxias do Sul promete não criar nem aumentar impostos

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros