Defesa recorre de cassação do mandato do prefeito de Bom Jesus - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Compra de votos08/03/2018 | 10h30Atualizada em 08/03/2018 | 11h39

Defesa recorre de cassação do mandato do prefeito de Bom Jesus

Frederico Becker e o vice Sérgio Varela foram julgados pelo TRE pelo crime de compra de votos

Defesa recorre de cassação do mandato do prefeito de Bom Jesus Guerreiro/Divulgação PMPA/Divulgação
Foto: Guerreiro/Divulgação PMPA / Divulgação

A defesa do prefeito de Bom Jesus vai recorrer à decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que deliberou  pela cassação do mandato do prefeito Frederico Becker (PP) e do vice-prefeito Sérgio Varela (PP). Por unanimidade, os seis desembargadores condenaram a chapa pelo crime de compra de votos. A sessão de julgamento ocorreu na noite de terça-feira.

A denúncia contra Becker, Varela e a coligação "Superando Desafios com Trabalho e Dedicação", formada por PDT,PP,PRB,PT e PSDB, vencedora da eleição de 2016, aponta irregularidades na compra de 400 cestas básicas e a distribuição de 309 em ano eleitoral, a reposição da inflação de nove anos para os servidores municipais - índice superior ao IGP-M e contratações temporárias, quando havia concurso homologado - todas em ano eleitoral. O documento do Ministério Público Federal sustenta que o conjunto de condutas vedadas caracteriza abuso de poder político e econômico.

O presidente do TRE, Carlos Cini Marchionatti, disse que os desembargadores entenderam que é necessário a realização de uma nova eleição municipal, mas que o prefeito continua no exercício do cargo enquanto houver recurso.

O QUE DIZ A DEFESA
Maritania Dallagnol, advogada do prefeito

"A nosso ver a decisão do TRE que afasta o entendimento da sentença contraria a prova produzida nos autos, bem como se distancia dos fundamentos jurídicos aplicáveis ao caso. A gravidade dos fatos deve ser fundada em elementos de prova e não em mera retórica. Respeitamos a decisão do colegiado, mas não podemos concordar com a conclusão da Corte Regional e por esse motivo será encaminhado o devido recurso para o TSE, visando a manutenção do prefeito Frederico e do vice-prefeito, Sérgio, nos cargos para os quais foram eleitos, bem como para afastar a condenação, restabelecendo a sentença da D. Juíza Eleitoral de primeiro grau."

Leia também
Justiça atende pedido e prefeito de Caxias do Sul vai depor após as testemunhas
Dona Nilva e filhos divulgam carta de agradecimento "aos amigos da família Randon" 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros