Decisão se prefeito de Caxias irá à comissão do impeachment fica para esta segunda - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Mirante25/03/2018 | 15h30Atualizada em 25/03/2018 | 15h39

Decisão se prefeito de Caxias irá à comissão do impeachment fica para esta segunda

Reunião entre Daniel Guerra e equipe da defesa, prevista para este domingo, foi adiada

Decisão se prefeito de Caxias irá à comissão do impeachment fica para esta segunda Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Foi adiada para a manhã desta segunda-feira a decisão se o prefeito Daniel Guerra (PRB) comparecerá ao depoimento à Comissão Processante da Câmara de Vereadores, que analisa o pedido de impeachment. A reunião entre Guerra e sua defesa será às 7h. A oitiva na comissão está marcada para as 9h desta segunda-feira. 

Leia mais
Presença do prefeito Daniel Guerra no depoimento do processo de impeachment gera expectativa
Falta um voto para barrar impeachment do prefeito de Caxias do Sul

A convocação foi entregue ao advogado de defesa do prefeito, Heron Fagundes, na tarde de quinta-feira. 

Heron diz que, preliminarmente, sua posição é pelo não comparecimento do prefeito, em virtude das ações que estão tramitando na Justiça. Porém, segundo o advogado, Guerra comentou antes do agendamento da audiência que gostaria de ir.

— Vamos amadurecer o assunto e chegar em um denominador — diz Heron.

O adiamento do encontro previsto para este domingo se deu em função de outro compromisso de Heron no horário que Guerra tinha disponível.

A oitiva do prefeito estava marcada para o dia 5 de março. Ele não compareceu. Dois dias depois, a juíza Maria Aline Vieira Fonseca, da 2ª Vara Cível Especializada em Fazenda Pública de Caxias do Sul, deferiu o pedido liminar para determinar a colheita do depoimento do prefeito no final das oitivas. 

Leia também
Presidente da Câmara de Vereadores de Caxias não será candidato nas eleições deste ano

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros