Batalha de vídeos na Câmara de Caxias do Sul - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Mirante02/03/2018 | 04h55Atualizada em 02/03/2018 | 04h55

Batalha de vídeos na Câmara de Caxias do Sul

Vereadores têm usado recurso durante sessões para criticar atual governo

Batalha de vídeos na Câmara de Caxias do Sul Reprodução/Reprodução
Vereador Rafael Bueno (PDT) durante pronunciamento em que apresentava vídeo da campanha do prefeito Daniel Guerra Foto: Reprodução / Reprodução

A sessão desta quinta-feira da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul teve um batalha de vídeos, que contribuiu para retumbar o fosso político e a inviabilidade da convivência entre oposição e governo, entre defensores do governo anterior e do atual. Começou com Rafael Bueno (PDT), conhecido pelo uso frequente de vídeos em plenário. Foi o primeiro a discursar na sessão e apresentou um vídeo da campanha do prefeito Daniel Guerra (PRB) em que o então candidato anunciava que iria desenvolver projetos para ocupação e autossustentabilidade do Parque Mário Bernardino Ramos, onde ficam os pavilhões da Festa da Uva.

Seis discursos depois, foi a vez de Renato Nunes (PR). Ele começou anunciando:

— A cada vídeo de lá para cá, vai um daqui para lá.

E começou a mostrar imagens de material de campanha do ex-prefeito Alceu Barbosa Velho (PDT), em 2012, com diversos tópicos que não foram cumpridos.

Para desempatar o jogo e apresentar um segundo vídeo, Rafael apartou fala do vereador Renato Oliveira (PCdoB) e mostrou o discurso de campanha do então candidato Daniel Guerra sobre o Ipam.

— O senhor me permite botar um vídeo do Ipam, da época de campanha? — solicitou Rafael a Renato.

Diante do sinal verde, entrou a gravação:

— O Ipam será fortalecido e receberá atenção especial para atuar com transparência e atendendo às necessidades dos servidores — dizia o material de campanha de Guerra.

Momentos depois, entrava em pauta o projeto do Executivo que permite a venda de 100% do capital social da Farmácia do Ipam. Entre um e outro vídeo, esse projeto deve ser votado na terça-feira.

O primeiro vídeo, sobre a Festa da Uva, emperrou na largada. Rafael protestou: 

— Daí é perseguição.

O presidente Alberto Meneguzzi (PSB) precisou intervir:

— O senhor tenha calma quando apresentar os seus vídeos. Não tem perseguição nenhuma.

* A colunista Rosilene Pozza está de férias. 

Leia também
Comissão da Maesa retomará discussões sobre ocupação somente em abril
Defesa do prefeito de Caxias do Sul pede afastamento de relator da comissão do impeachment
Já são oito vetos do prefeito rejeitados pela Câmara de Caxias do Sul em 2018

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros