Pauta quente esta semana na Câmara de Vereadores de Caxias do Sul  - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Mirante27/02/2018 | 05h41Atualizada em 27/02/2018 | 05h41

Pauta quente esta semana na Câmara de Vereadores de Caxias do Sul 

Projeto que repassa valor para a Festa da Uva entra na pauta desta terça-feira

Pauta quente esta semana na Câmara de Vereadores de Caxias do Sul  Luiz Chaves/Divulgação
Foto: Luiz Chaves / Divulgação

Os dias andam intensos, acalorados, especialmente dominados pelos temas impeachment e preço da gasolina. Pois a pauta desta semana da Câmara deverá contribuir para manter acesos os debates, com a introdução de pelo menos dois temas polêmicos e explosivos.

Leia mais
Seis vetos do prefeito já foram derrubados pela Câmara de Vereadores de Caxias em 2018

Nesta terça-feira, volta à primeira discussão o Projeto 232/2017, que autoriza o Poder Executivo a subscrever ações da Festa da Uva no valor de R$ 1,5 milhão, para "garantir a execução de obras urgentes e necessárias no Centro de Eventos e nos Pavilhões 1 e 2" do parque de exposições.

Conforme o texto, o município ficará autorizado a abrir crédito adicional especial no Orçamento 2018. O dinheiro sairá de algum lugar, a saber: manutenção de veículos e máquinas da frota/material de consumo (R$ 750 mil) e conservação do sistema de esgotos pluviais/serviços de terceiros pessoa jurídica (R$ 750 mil).

Já a sessão de quinta-feira poderá ter na pauta o Projeto 238/2017. A matéria autoriza a alienação de capital social da Farmácia do Ipam. Em outras palavras, permite a venda de 100% deste capital. O Executivo sustenta na exposição de motivos que a Farmácia do Ipam tem registrado anualmente queda no lucro e aumento nas despesas.

Se já tem barulho suficiente, vai haver muito mais.

Mais

Indo à primeira discussão nesta terça, o projeto da Festa da Uva estará em condições de ser votado na quinta. Já o projeto da Farmácia do Ipam somente poderá ser votado a partir da semana que vem, visto que deve entrar em primeira discussão na quinta-feira. 

"Obras urgentes"

As ditas "obras urgentes e necessárias" para justificar a subscrição de ações da Festa da Uva pelo Executivo no valor de R$ 1,5 milhão tratam-se, segundo o projeto, de consertos e manutenção do Centro de Eventos e dos Pavilhões 1 e 2. São adequações a exigências do Ministério Público Federal quanto à acessibilidade do parque, bem como do Corpo de Bombeiros para aprovação e execução dos projetos de PPCIs em curso, cujos alvarás já estão vencidos.

Consertos e adequações

Deverá ser implementada a instalação de hidrantes no Centro de Eventos e Espaço Multicultural, além de sprinklers no Pavilhão 2. Quanto aos consertos urgentes, destacam-se a pintura estrutural e inibição de ferrugem nos Pavilhões 1 e 2, a reforma da lateral do Pavilhão 2, o conserto da escada rolante do Centro de Eventos, além da instalação de câmeras e melhorias no sistema de segurança do parque.

Leia também
Ex-vice-prefeito de Caxias do Sul evita falar sobre saída do PMDB
"A Festa da Uva tem de ser anual", diz ex-candidato a prefeito de Caxias do Sul
Prefeito de Caxias terá que pagar multa de R$ 30 mil por rejeição de contas da campanha eleitoral

* A colunista Rosilene Pozza está de férias.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros