Conheça os planos dos vereadores de Caxias do Sul para 2018  - Política - Pioneiro
 

Legislativo03/02/2018 | 09h30Atualizada em 03/02/2018 | 09h30

Conheça os planos dos vereadores de Caxias do Sul para 2018 

Parlamentares destacam projetos que devem apresentar neste ano 

Conheça os planos dos vereadores de Caxias do Sul para 2018  Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

O que esperar dos 23 vereadores que compõem o Legislativo caxiense? O Pioneiro conversou com os parlamentares para conhecer as ações que serão desenvolvidas durante o ano de 2018.  Dos 23 eleitos, 20 falaram à reportagem sobre suas ações para este ano. 

Serão apresentados projetos de lei nas áreas da saúde, educação, turismo, proteção aos animais, entre outras áreas. Os vereadores também  pretendem dar transparência às ações do poder público, fiscalizar as decisões do prefeito e as leis existentes. Alguns preferiram ser mais genéricos sobre seus planos e não especificaram o que pretendem protocolar neste ano. 

Vale lembrar que dois temas polêmicos marcam o ano no Legislativo caxiense: a votação da denúncia de impeachment do prefeito Daniel Guerra (PRB) e a discussão e votação da revisão do Plano Diretor, projeto do Executivo municipal. 

Confira: 

>> Adiló Didomenico (PTB)
"O foco será o Plano Diretor, acelerar o andamento de projetos já apresentados em 2017 e apresentar novas proposições. Este ano já protocolei dois projetos de lei, não sendo de denominações de rua. Os novos  serão pensados de forma que beneficie os cidadãos e, principalmente, evitando burocracia. Vamos dar continuidade ao atendimento das solicitações da comunidade." 

>> Alberto Meneguzzi (PSB)
"Ano passado, meu perfil de vereador foi de acompanhar tudo. Agora tenho restrições, não posso apresentar projetos nem pedidos de informações, nada oficial pessoalmente. Mas, institucionalmente, quero acompanhar as reuniões de comissões, audiências públicas e ficar sabendo de tudo o que acontece. E, internamente, dar transparência total para as ações da Câmara de Vereadores."

>> Arlindo Bandeira (PP)
"Continuaremos com a Frente Parlamentar do Autódromo, que quando viabilizado gerará muitos empregos e arrecadação de renda para o município por meio do turismo automotivo. Propor um projeto de lei visando facilitar a instalação de antenas de telefonia móvel no interior. Proposta de alteração da Lei 412/2012 que trata da poluição visual. Estudamos a possibilidade de aumentar o tamanho das placas de publicidade fora da área central. Proibir a entrega e distribuição de correspondência, panfletos, material postal publicitário e político não endereçado nas caixas de correio domiciliares devidamente identificadas, entre outros."

>> Chico Guerra (PRB)
"A perspectiva para os projetos de lei dependerão da necessidade da comunidade durante o decorrer do ano. Porém, sempre salientando que meu objetivo maior é fiscalizar a lei."

>> Edi Carlos Pereira de Souza (PSB)  
"Tenho projetos já protocolados, que o ainda não foram analisados pelo plenário. Projetos como a padronização do uniforme escolar, a concessão da passagem gratuita para pessoas portadoras de câncer durante o período de tratamento, e o que obriga os Cartórios de Registro Civil a notificarem a FAS casos de crianças registradas sem a indicação do nome do pai. Também continuarei cobrando as obras de duplicação da BR-116 no período urbano do município, entre o acesso dos Bairros Planalto/Vila Ipiranga, a construção da rótula de acesso ao Bairro Planalto (no mesmo projeto aprovado junto com o asfaltamento do interior) e a construção do Radial Sudoeste (em andamento no bairro São Salvador)."

>> Elói Frizzo (PSB)
"Ultrapassada a revisão do Plano Diretor Municipal, na condição de presidente da Comissão de Desenvolvimento Urbano Transporte e Habitação e relator (acredito que levaremos em torno de 90 dias), pretendo me dedicar à revisão das leis que tratam de parcelamento e uso do solo, nas questões ambientais e urbanísticas. Continuarei a exercer meu papel de vereador de oposição nos termos do que determina a legislação e como delegado a mim pelos que me confiaram seu voto."

>> Edson da Rosa (PMDB)
"Vamos fazer a discussão sobre o Plano Diretor. Outra ação é a revisitação ao Plano Municipal de Educação, que agora tem mudança na base nacional comum curricular. São duas discussões muito importantes para o município. Atender às demandas da população e produzir projetos em conversação com os segmentos da área educacional e cultural."

>> Felipe Gremelmaier (PMDB)
"Vou manter meu trabalho na área do esporte (inclusive na terceira idade). Continuarei trabalhando no projeto da regulamentação dos food trucks, cultura, educação e levantando o debate sobre o Pacto Federativo. Trabalharei muito o Plano Diretor, um dos momentos mais importantes dessa legislatura."

>> Flavio Cassina (PTB)  
"Minhas bandeiras são atender demandas da indústria, comércio, serviço, ciência e tecnologia. Vou atuar para estabelecer parcerias com o Sistema S, o meio acadêmico, universidades e faculdades, além de entidades de classe."

>> Gustavo Toigo (PDT)
"Vou trabalhar para aprovar alguns projetos que estão em andamento, mas darei ênfase a três propostas: projeto de lei que institui o Estatuto da Convivência Escolar, projeto que cria o Fundo Municipal do Turismo, seguirei engajado na implantação do Turismo Industrial, e projeto de lei que aponta as diretrizes da cadeia produtiva de reciclagem, proposta que deve beneficiar todo o setor."

Olhômetro - De olho nos vereadores

>> Kiko Girardi (PSD)
"Possuo projetos que estão sendo analisados, mas que inicialmente não posso divulgar. Tenho foco total no auxílio às comunidades."

>> Neri, O Carteiro (SD)
"Projeto que prevê beneficiar pessoas diagnosticadas com câncer e seu acompanhante através da isenção da passagem de transporte coletivo no seu deslocamento para tratamento de quimioterapia e radioterapia, desde que obedeçam os critérios de vulnerabilidade social. A inclusão do símbolo do autista nas placas de atendimento prioritário em estabelecimentos públicos e comerciais. Aprovar o projeto que proíbe todos os motoristas do transporte público a dirigir sem operador de sistema."

>> Paula Ioris (PSDB)
"Dar continuidade às atividades iniciadas em 2017 através da Comissão de Enfrentamento da Violência. Implementar ações efetivas pelo Comitê de Prevenção ao Suicídio já iniciado. Participar ativamente da Campanha da Fraternidade que tem como tema a questão da violência, com destaque na cultura da paz e despertando o envolvimento da sociedade."

>> Paulo Périco (PMDB)
"Continuar revendo as leis existentes e buscar aprimorar conforme a nova realidade da cidade. Exemplos: Código de Posturas e lei do transporte de táxis. Analisar o Plano Diretor do município com o foco no desenvolvimento de novas alternativas para empreendedores e também na qualidade de vida da população. Trabalhar junto com o Conselho Municipal de Educação no novo Plano Municipal de Educação, a ser apresentado e aprovado neste ano."

>> Rafael Bueno (PDT)
"Continuarei me dedicando à comunidade, visitando diariamente os bairros e ouvindo às demandas da população. Vou priorizar ações nas áreas da saúde, educação, cultura, meio ambiente e minorias sociais. São essas questões que irei priorizar. Apresentarei projetos de lei no que tange à transparência pública, saúde, educação, direitos da juventude e proteção aos animais. Vou fiscalizar o Executivo para não liquidar de vez com conquistas históricas da população e entidades."

>> Renato Nunes (PR)  
"Quero poder fazer o meu trabalho como vereador, apresentar excelentes projetos para Caxias, principalmente no que diz respeito à saúde, segurança e educação, que é também o norte do Poder Executivo. Tem vários projetos que estou desarquivando da legislatura passada. Tem outros tantos que estarei apresentando, mas, infelizmente, nesses primeiros meses devido a essa banalização de pedido de impeachment, já foram três, a gente não teve condições de se dedicar mais aos projetos. Temos feito também visitas aos bairros e vamos trabalhar mais."

>> Renato Oliveira (PCdoB)
"Estarei protocolando projetos na área da saúde. Semana que vem já protocolo o primeiro."

>> Ricardo Daneluz (PDT)
"Estou elaborando projetos para protocolar no início do ano. Não quero abrir eles antes de apresentar, mas vão focar principalmente nas áreas da agropecuária, turismo, esporte e cultura."

>> Rodrigo Beltrão (PT)
"Aprofundar a fiscalização para frear o desmonte do SUS promovido pelo atual prefeito e lutar pelo fortalecimento da rede pública de saúde. Garantir novas ferramentas de participação e reivindicar junto ao Poder Executivo que abra o diálogo com a comunidade retomando programas de participação popular. Fiscalizar as leis aprovadas tais como a que obriga os bancos a disponibilizar vigilantes 24 horas. Fazer oposição rigorosa e respeitosa com o fito de garantir o contraditório e exigir o cumprimento do programa de governo do prefeito."

>> Velocino Uez (PDT)
"Os projetos para 2018 são voltados para educação, acessibilidade, saúde, mudança no Código de Posturas do Município e voltado à transparência da administração pública. Vou trabalhar mais forte pelas comunidades do interior e pela permanência dos jovens no interior. Não vou divulgar o conteúdo dos projetos porque estão em fase de estudo."

* Os vereadores Alceu Thomé (PTB), Gladis Frizzo (PMDB) e Denise Pessôa (PT) não retornaram as solicitações da reportagem.

Leia mais
Prefeito de Caxias do Sul é hostilizado durante abertura do ano legislativo
Abaixo-assinado pede arquivamento de impeachment do prefeito de Caxias do Sul
O que os vereadores de Caxias do Sul votaram no primeiro mês de 2018

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros