Secretário de Segurança admite relação pessoal com prefeito de Caxias do Sul - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Mirante03/01/2018 | 14h00Atualizada em 03/01/2018 | 14h00

Secretário de Segurança admite relação pessoal com prefeito de Caxias do Sul

Guerra afirma que não contrata amigos, mas Pacheco conta que conhece a família e estudou com a irmã do prefeito

Secretário de Segurança admite relação pessoal com prefeito de Caxias do Sul Roni Rigon/Agencia RBS
Novo secretário Clóvis Juvenal Pacheco dá declaração comprometedora já na largada Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

O novo secretário municipal de Segurança Pública, tenente-coronel da reserva da BM, Clóvis Juvenal Pacheco, dá uma declaração comprometedora já na largada. Ele demonstra que a afirmação do prefeito Daniel Guerra (PRB), de que não contrata amigos, como disse depois de eleito, não confere com a realidade.

— Tenho uma relação pessoal com o prefeito Daniel Guerra, o qual conheço há muito tempo. Conheço a família dele e estudei junto com a irmã dele, a Dalva, no Cristóvão (de Mendoza). Ele já havia me solicitado, antes do governo, informações para elaborar seu programa de governo. Me sondou para ser secretário no início do governo, mas eu declinei. No início de dezembro, veio este novo convite, e que aceitei — disse o substituto de José Francisco Mallmann ao Pioneiro.

No mínimo constrangedor diante do que o governo prega. Assim, é difícil não entender a seleção por currículo como estratégia de marketing. Os currículos escolhidos, em diversas situações, são os de pessoas com relações próximas do prefeito e/ou de sua família. Muita coincidência.

Na semana passada, o já conhecido tema "Guerra e seus amigos CCs'" retornou ao debate, tendo como o caso mais gritante o de uma ex-cunhada, mãe de um sobrinho do prefeito, com cargo no seu gabinete. Isso sem falar na esposa do vereador Renato Nunes (PR), lotada na Codeca. O ano já começa com polêmica.

CCs de Guerra

Leia também:
Prefeitura de Caxias do Sul divulga a terceira foto oficial do governo Guerra
Câmara é notificada de liminar que adia início do prazo de defesa do prefeito de Caxias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros