Petistas de Caxias e região se mobilizam para atos pró-Lula - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Mirante09/01/2018 | 13h57Atualizada em 09/01/2018 | 13h57

Petistas de Caxias e região se mobilizam para atos pró-Lula

No próximo sábado, haverá panfletagem na Praça Dante Alighieri. No dia 23, seguem a Porto Alegre. Julgamento será no dia 24

Petistas de Caxias e região se mobilizam para atos pró-Lula Ricardo Stuckert/Instituto Lula/Divulgação
Julgamento de Lula em segunda instância, no caso do tríplex, será no TRF4, em Porto Alegre Foto: Ricardo Stuckert / Instituto Lula/Divulgação

Os petistas de Caxias do Sul e região se organizam para participar dos atos em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Porto Alegre, diante do julgamento em segunda instância pelo Tribunal Federal da 4ª região (TRF4). Os militantes irão à Capital no dia anterior ao julgamento, que está marcado para o dia 24. 

Antes disso, no dia 13 (sábado), chamado de Dia Nacional de Mobilização, haverá panfletagem na Praça Dante Alighieri. Vale destacar que o PT gaúcho é presidido por um nome de Caxias, o deputado federal Pepe Vargas.

Lula foi condenado, em primeira instância, a nove anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no caso do tríplex do Guarujá. Ele pode ficar inelegível pela Lei da Ficha Limpa. É Lula, justamente, quem lidera as pesquisas eleitorais para a Presidência.

A presidente do PT caxiense, Ana Corso, diz que está prevista, inicialmente, a saída de seis ônibus – três de Caxias e três de municípios da região. O PCdoB também deve colocar ônibus. A previsão é sair de Caxias no início da tarde do dia 23.

A petista considera um golpe contra a democracia, ressaltando que não há nada que diga que Lula é o dono do tríplex.

– Querem tirar Lula da eleição. Vamos defender sua inocência e o direito de ser candidato.

Para Ana, fatos como a manifestação do presidente do TRF4, desembargador Thompson Flores, que mesmo sem ter lido a sentença do juiz Sérgio Moro disse que a peça era perfeita, e a campanha de sua chefe de gabinete Daniela Kreling Lau, no Facebook, pedindo a condenação, mostram que há perseguição ao ex-presidente. 

Leia também:
Definição de nome para deputado estadual cria crise no PDT de Caxias do Sul
Vice-prefeito de Caxias arrisca projeção de popularidade
Defesa do prefeito de Caxias se manifesta sobre o processo de impeachment em 37 tuítes 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros