Lideranças caxienses comentam sobre o julgamento do ex-presidente Lula - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Julgamento na Capital23/01/2018 | 08h00Atualizada em 23/01/2018 | 08h57

Lideranças caxienses comentam sobre o julgamento do ex-presidente Lula

Audiência ocorre nesta quarta-feira, a partir das 8h30min no TRF4, em Porto Alegre

Lideranças caxienses comentam sobre o julgamento do ex-presidente Lula Montagem sobre as fotos de Divulgação/
Foto: Montagem sobre as fotos de Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

Cerca de 3 mil integrantes da Via Campesina começaram a chegar à capital gaúcha, de acordo com os organizadores do movimento, na manhã de ontem. Eles se juntaram a outros grupos a favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Leia mais
PT confirma vinda de Lula a Porto Alegre nesta terça-feira
Três ônibus partem da Serra para o julgamento de Lula no TRF4
Para Olívio Dutra, PT já deveria "estar construindo alternativas" a Lula

Trabalhadores ligados ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e à Via Campesina iniciaram uma caminhada pelas ruas do centro da cidade no início da manhã. Participaram do ato a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann (PR), vice-presidente do partido Alexandre Padilha, o senador Lindbergh Farias (RJ), o ex-governador do Rio Grande do Sul Olívio Dutra, o deputado Paulo Pimenta (RS), e o líder do Movimento Sem Terra (MST), João Pedro Stédile.

Gleisi Hoffmann confirmou que Lula estará em Porto Alegre hoje. Sem dar maiores detalhes, a senadora declarou que a vinda à Capital foi “uma decisão dele”:

– Lula estará aqui amanhã (hoje). Foi uma decisão dele. Não temos nenhum detalhe sobre horário de deslocamento – resumiu em entrevista coletiva ontem.

Amanhã, dia do julgamento, uma das possibilidade é que Lula acompanhe a sessão em São Paulo, onde há previsão de mais atos contrários e favoráveis ao ex-presidente na Avenida Paulista.

A concentração de manifestantes pró-Lula na área do Anfiteatro Pôr do Sol, em Porto Alegre, teve início no fim da manhã de ontem. Os integrantes devem permanecer acampados até o julgamento. Segundo a assessoria do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), o grupo espera 225 ônibus.

A mobilização dos manifestantes anti-Lula deve ter início hoje. Está prevista para as 18h a atividade do "Vem pra Rua" no Parque Moinhos de Vento, o Parcão. 

O Movimento Brasil Livre (MBL) também utilizará o mesmo local para realizar manifestação a partir das 18h de amanhã, após o julgamento. O ato está sendo chamado de "CarnaLula".

Leia também:
Ex-coordenador de Relações Comunitárias da prefeitura de Caxias acusa governo de centralizador e contrário a críticas
Município entra com recurso contra decisão que mantém mandato do vice-prefeito de Caxias
"Se não for candidato estou praticamente decidindo a não concorrer mais", diz ex-governador Germano Rigotto

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros