UAB vai à Justiça contra a prefeitura de Caxias para garantir repasse de recursos - Política - Pioneiro

Mirante02/12/2017 | 10h30Atualizada em 02/12/2017 | 10h30

UAB vai à Justiça contra a prefeitura de Caxias para garantir repasse de recursos

Entidade busca valor anual previsto em lei, que corresponde a R$ 114,3 mil em 2017

UAB vai à Justiça contra a prefeitura de Caxias para garantir repasse de recursos Porthus Junior/Agencia RBS
Valdri Walter (em pé), presidente da UAB, diz que governo Daniel Guerra não tem palavra Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O  conflito entre a União das Associações de Bairros (UAB) e a prefeitura de Caxias do Sul ganha um novo capítulo na próxima semana. E envolve outra vez a Justiça, a exemplo do que ocorreu com o pedido de devolução da sede da entidade e de Amobs. Trata-se do repasse dos recursos destinados em lei para a entidade. 

Não havendo o pagamento até segunda-feira, a UAB vai à Justiça para buscar o valor de 3.650 VRMs (valor de referência municipal), o que corresponde, em 2017, a R$ 114,3 mil.

O presidente da UAB, Valdir Walter, diz que a argumentação do município é de que sempre está faltando documentação.

 — Agora vai ter que pagar. É verba rubricada, não pode usar para outra coisa — frisa Walter.

Leia também:  
Vereador propõe pacto pela governabilidade de Caxias
Vice-prefeito de Caxias cancela pedido de licença e propõe renúncia conjunta a Daniel Guerra
Insatisfação com governo Daniel Guerra começa a virar uma bola de neve 

Em julho, após encontro da direção da entidade com o prefeito Daniel Guerra (PRB), as relações pareciam se encaminhar para uma melhora. Foi só impressão. A expectativa era de que o recurso fosse repassado em agosto.

— Eles não têm palavra — define Walter.

Para dinamitar de vez as pontes entre governo municipal e comunitaristas, veio o decreto do prefeito que limitava o passe livre no transporte coletivo urbano  a 120 representantes das Amobs e restringia a 10 passagens mensais. Como um decreto legislativo sustou os artigos com tais determinações, dentro de 15 dias as cerca de 220 associações voltam a utilizar o passe livre.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros