UAB, em Caxias, pode ter de devolver recursos recebidos do governo passado  - Política - Pioneiro

Mirante04/12/2017 | 13h43Atualizada em 04/12/2017 | 13h43

UAB, em Caxias, pode ter de devolver recursos recebidos do governo passado 

Prestação de contas tem parecer contrário do Sistema de Controle Interno do município, diz o chefe de Gabinete, Julio César Freitas da Rosa

UAB, em Caxias, pode ter de devolver recursos recebidos do governo passado  Roni Rigon/Agencia RBS
Julio Freitas diz que UAB será novamente notificada para apresentar esclarecimentos e documentação Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

A União das Associações de Bairros (UAB) será novamente notificada pela prefeitura de Caxias do Sul para apresentar esclarecimentos e documentação sobre a prestação de contas dos recursos recebidos da administração municipal passada. E corre o risco de ter de devolver os valores. A informação é do chefe de Gabinete do Governo Daniel Guerra (PRB), Julio César Freitas da Rosa, ao falar sobre a polêmica que envolve o não-repasse dos recursos deste ano à entidade.

Por sua vez, a UAB anunciou na sexta-feira que ingressará na Justiça em busca do repasse anual, atualmente em 3.650 VRMs (valor de referência municipal), R$ 114,3 mil, que não foi feito pela prefeitura. Esta questão é mais um motivo para o acirramento das relações entre o Governo Guerra e o órgão que representa o movimento comunitário em Caxias.

Conforme Julio Freitas, o processo de prestação de contas tem parecer contrário dos técnicos do Sistema de Controle Interno (SCI) do município. Ele diz que foram apontadas diversas inconsistências, sendo sugerida a devolução de valores.

Leia também:  
"Jair Bolsonaro é o único caminho", afirma deputado federal Onyx Lorenzoni
UAB vai à Justiça contra a prefeitura de Caxias para garantir repasse de recursos
Vereador propõe pacto pela governabilidade de Caxias  

— Caso não esclareçam, não cumpram e não satisfaçam todos os apontamentos feitos, a própria legislação nos impede de repassar recursos públicos para entidades que não tenham suas prestações de contas de anos anteriores aprovadas. Inclusive, com a possibilidade de ser obrigada a fazer a devolução de valores e, caso não o faça, ser inscrita em dívida ativa — afirma Freitas.

— Esperamos que a entidade consiga comprovar a correta utilização dos recursos públicos que lhe foram repassados pela administração anterior, por tratar-se de dinheiro pago pelo esforço do trabalho e de impostos de toda a população de Caxias do Sul, a qual merece a total transparência e legalidade no gasto do dinheiro público — reforça.  

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros