Vice-prefeito de Caxias do Sul pretende se licenciar do cargo a partir de 1º de janeiro - Política - Pioneiro

Governo municipal21/11/2017 | 14h55Atualizada em 21/11/2017 | 15h51

Vice-prefeito de Caxias do Sul pretende se licenciar do cargo a partir de 1º de janeiro

Ricardo Fabris de Abreu (sem partido) anunciou a intenção na manhã desta terça-feira

Vice-prefeito de Caxias do Sul pretende se licenciar do cargo a partir de 1º de janeiro Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O vice-prefeito de Caxias do Sul, Ricardo Fabris de Abreu (sem partido), entregou na presidência da Câmara de Vereadores na manhã desta terça-feira, um pedido de licença do cargo, a partir do dia 1º de janeiro de 2018, por tempo indeterminado. No documento, diz ainda que está amparado pelo Artigo 62 da Lei Orgânica do Município, e não há ônus para o município. O documento ainda não foi protocolado no Legislativo.

Fabris explica que aguardava as decisões judiciais sobre a integridade do seu mandato e diz que a licença pode servir como elemento para distensionar a relação conturbada entre o prefeito e ele.

— Não quero que os próximos três anos sejam de disputa política diária, como foi 2017. E também me permite não permanecer ocioso nesse período.

Se concedida pela Câmara, a licença tira qualquer atribuição do vice durante o período.

— Na prática, o prefeito já cerceia totalmente — diz Fabris.

No dia 6 de março, Fabris protocolou na Câmara uma carta de renúncia, informando que permaneceria no cargo até o final daquele mês. No dia 21 de março, em um pronunciamento rápido na tribuna do Legislativo, Fabris anunciou a desistência da renúncia.

Confira o pedido de licença:

Vice-prefeito Ricardo Fabris de Abreu pede licença do cargo por tempo indeterminado
Foto: Reprodução / Divulgação


 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros