Deputado Mauro Pereira "pede a cabeça" da ministra Luislinda - Política - Pioneiro

Mirante07/11/2017 | 11h43Atualizada em 07/11/2017 | 19h24

Deputado Mauro Pereira "pede a cabeça" da ministra Luislinda

Ele vai se pronunciar hoje na Câmara e vai conversar com o presidente Temer, defendendo a saída da titular dos Direitos Humanos que queria salário de R$ 61,4 mil

Deputado Mauro Pereira "pede a cabeça" da ministra Luislinda Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Luislinda Valois, que chegou a considerar trabalho escravo por receber R$ 33,7 mil, desistiu do pedido após polêmica Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

O deputado federal Mauro Pereira (PMDB está pedindo a cabeça da ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois (PSDB), aquela que disse que não tinha como comer, beber e se calçar se não recebesse R$ 61,4 mil por mês. Embora ela tenha desistido de pedir o acúmulo do salário de  desembargadora aposentada do TJ da Bahia com o salário de ministra, Mauro entende que não há como ela permanecer no cargo. Ele se manifestará hoje na tribuna da Câmara dos Deputados e também vai conversar com o presidente Michel Temer (PMDB). Mauro já falou com o líder da bancada do partido, Baleia Rossi, e disse que tem apoio para a iniciativa.

– Ela não está preparada para uma função nobre como essa. Parece que está vivendo em outro mundo – diz, acrescentando que até hoje a ministra não disse a que veio.

Conforme o deputado, trata-se de uma pessoa arrogante, ruim de trato.

– Um total descaso com a sociedade e com pessoas que ela deveria proteger. O governo está adiando o reajuste salarial dos servidores públicos federais por falta de recursos. Um momento delicado e a ministra tem um posicionamento tão lamentável – afirma.

Ele também pretende conversar com lideranças do PSDB. 

O salário de ministro é de R$ 31 mil. O de desembargadora aposentada, R$ 30,4 mil. O teto salarial do funcionalismo é de R$ 33,7 mil. Ela chegou a definir sua situação como trabalho escravo.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros