Após decisão que garante mandato de vice de Caxias, Ricardo Fabris leva "torta da harmonia" à PGM - Política - Pioneiro

Mirante03/11/2017 | 08h45Atualizada em 06/11/2017 | 16h53

Após decisão que garante mandato de vice de Caxias, Ricardo Fabris leva "torta da harmonia" à PGM

O vice-prefeito levou uma torta, vela e diploma do perdão à Procuradoria

Após decisão que garante mandato de vice de Caxias, Ricardo Fabris leva "torta da harmonia" à PGM Reprodução/
Foto: Reprodução

A decisão pela improcedência da ação movida pelo município, que manteve o mandato do vice-prefeito Ricardo Fabris de Abreu (PSD), foi motivo de comemoração. Por parte do vencedor, claro. 

Fabris levou um pacote completo – o que ele chama de "torta da harmonia, vela da paz (eletrônica) e o diploma do perdão" – à Procuradoria-Geral do Município (PGM). 

– Foi uma pequena comemoração ao lado de procuradores de carreira. Frequentemente levo lanche para o pessoal, é a repartição que mais me identifico, a mais familiar devido a minha profissão – contou.

O diploma (no destaque, com palavras em português e latim) foi produzido pelo vice como uma brincadeira. 

– O diploma foi uma maneira descontraída de demonstrar que eu compreendo a situação delicada que foi imposta à PGM, que conheço os limites da responsabilidade dos procuradores, e que, na hipótese de eu assumir a prefeitura, não haveria pessoalização desse desastrado episódio da ação do prefeito para cassar meu mandato.

Foto: Reprodução

Ele disse que o procurador-geral Leonardo da Rocha de Souza estava no momento em que levou a torta. 

– Conversou comigo um pouco, não somos inimigos, ambos compreendemos a posição que o outro está.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros