Movimento quer dobrar número de vereadoras na Câmara de Caxias do Sul  - Política - Pioneiro

Mulheres na política26/10/2017 | 07h08Atualizada em 26/10/2017 | 07h08

Movimento quer dobrar número de vereadoras na Câmara de Caxias do Sul 

Grupo Política de Saias será lançado na noite desta quinta-feira

Com lançamento marcado para a noite desta quinta-feira, o movimento Política de Saias dá início aos trabalhos com uma meta bem definida: dobrar a presença feminina na Câmara de Vereadores de Caxias do Sul na próxima legislatura. Hoje, são três vereadoras mulheres e a ideia é eleger seis no pleito de 2020. O Política de Saias é um movimento suprapartidário que está surgindo a partir da iniciativa de sete mulheres para fortalecer a participação feminina na política.

Leia mais
Ex-prefeitos de Farroupilha são condenados por improbidade
Suposta "laranja" pode alterar vagas na Câmara de Vereadores de Nova Prata
Definidos relatores na Subcomissão de Ética envolvendo vereadores de Caxias
Abertura de impeachment contra prefeito de Bento Gonçalves é rejeitada

Para alcançar o objetivo, o grupo quer incentivar essa participação feminina por meio atividades que mostrem a importância do papel das mulheres em instâncias de poder e oferecer capacitação para as interessadas. A primeira delas é a palestra de estreia, com as presenças da presidente da Federação de Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul (Federasul), Simone Leite (PP), e da prefeita de Dois Irmãos (RS), Tânia Terezinha da Silva (PMDB). 

— Não temos outro caminho senão a política para mudar o país. E nós, mulheres, somos diferentes, temos mais sensibilidade, somos mais conciliadoras. Há uma pesquisa que diz que as mulheres são menos corruptíveis — diz a advogada Rosana Tochetto, uma das líderes do movimento. 

Além de Rosana, outras seis mulheres estão à frente do projeto: as advogadas Cíntia Miele Garnier, Fabiana Tanuri, Solange Meri Colzani de Borba, a psicóloga Márcia Martini, a assistente social Sônia Vaz e a vereadora Paula Ioris (PSDB). Embora conte com uma parlamentar, o movimento se diz suprapartidário. 

O embrião do Política de Saias, aliás, segundo Rosana, foi um trabalho de participação feminina desenvolvido na seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Paula foi uma das palestrantes na época e acabou surgindo a ideia do movimento. A intenção do grupo é de trabalhar com todas as mulheres interessadas em política, independentemente do partido. O grupo quer ser referência na identificação, capacitação e inserção de novas lideranças femininas. 

— Temos muitas mulheres qualificadas. Nas associações de moradores, a maioria é mulher. Nas entidades, como CIC, há muitas mulheres — destaca Rosana.

Serviço:
:: O quê:
lançamento do movimento Política de Saias, com as palestras da presidente da Federação de Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul (Federasul), Simone Leite (PP), e da prefeita de Dois Irmãos (RS), Tânia Terezinha da Silva (PMDB).
:: Quando: nesta quinta-feira, às 19h.
:: Onde: Anfiteatro Vereador Marino Kury da Câmara Municipal de Vereadores de Caxias do Sul.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros