Vereador aponta nova polêmica a caminho envolvendo a saúde em Caxias do Sul - Política - Pioneiro

Mirante22/09/2017 | 08h43Atualizada em 22/09/2017 | 09h11

Vereador aponta nova polêmica a caminho envolvendo a saúde em Caxias do Sul

Elói Frizzo relatou depoimento de uma médica, sem citar nome, sobre falta de atendimento e  redução de consultas

Vereador aponta nova polêmica a caminho envolvendo a saúde em Caxias do Sul Franciele Masochi Lorenzett / Divulgação/Divulgação
"A inveja não mata, o que mata é a falta de atendimento", respondeu Frizzo a Renato Nunes Foto: Franciele Masochi Lorenzett / Divulgação / Divulgação

O vereador Elói Frizzo (PSB) já deu a letra do próximo episódio que deve centralizar as atenções na Câmara de Vereadores de Caxias do Sul e, havendo comprovação, pode resultar em desdobramentos sérios para o governo Daniel Guerra (PRB). Nesta quinta-feira, durante a sessão, em resposta ao vereador Renato Nunes (PR), que disse aos oposicionistas "a inveja mata", falando da abertura da UPA Zona Norte e do fato de o governo passado ter construído, mas não tê-la colocado em funcionamento, Frizzo disse:

— A inveja não mata, o que mata é a falta de atendimento.

E relatou depoimento de uma médica do SUS, que disse não ser grevista, e que teve a cota de atendimentos reduzidos de 32 pacientes cardíacos para 16. Conforme Frizzo, que não citou o nome da profissional, quando chega 11h ela disse estar sem atendimento porque não tem consultas marcadas.

Leia também
"Seria a melhor solução ambos saírem", defende vice-prefeito de Caxias
Vereadores adiam votação de acolhimento de impeachment de prefeito de Caxias

Ainda de acordo com o vereador, a médica acusou a administração municipal de ter optado por deixar as pessoas "morrerem em casa". 

— As pessoas, os doentes cardíacos, doentes com problema de pulmão, que precisam do equipamento para poder respirar o oxigênio, estão morrendo em casa sem a possibilidade de ter consulta. Isso é muito grave. Isso é mais grave que o pedido de impedimento apresentado pelo vice-prefeito — destacou Frizzo, sinalizando para o que deve vir.

Diante do que o vereador tornou público, imagina-se que virá à tona quem está fazendo tais afirmações, o que de fato está ocorrendo e as consequentes investigações.Já havia informações de bastidores de que pode ser instalada uma CPI para apurar situações na área da saúde pública, e agora surge mais esta manifestação. 

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros