Em nota, prefeito de Caxias do Sul comenta arquivamento de pedido de impeachment - Política - Pioneiro

Governo municipal05/09/2017 | 19h29Atualizada em 05/09/2017 | 19h29

Em nota, prefeito de Caxias do Sul comenta arquivamento de pedido de impeachment

Denúncia foi rejeitada pelos vereadores na sessão desta terça-feira

Em nota, prefeito de Caxias do Sul comenta arquivamento de pedido de impeachment Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

O prefeito de Caxias do Sul, Daniel Guerra (PRB), emitiu nota no início da noite desta terça-feira comentando o arquivamento pela Câmara de Vereadores da denúncia contra ele. Nela, ele diz que "a banalização do instituto do impeachment pode gerar graves prejuízos aos caxienses e à cidade". 

Leia mais
Por unanimidade, vereadores rejeitam pedido de impeachment do prefeito de Caxias do Sul
Em viagem à China, deputado Mauro Pereira posa ao lado do presidente da Rússia
"O programa mais definido de esquerda e direita hoje é escapar da cadeia", acredita Marcos Rolim

O prefeito acrescenta ainda que fiscalizar o Executivo é um direito, mas que não se pode confundir esse direito com movimentos que têm o objetivo de ferir a democracia. Guerra também agradece às manifestações de apoio, carinho e confiança.

O acolhimento do pedido de impeachment foi rejeitado pelos vereadores, por unanimidade, na sessão desta terça-feira. 

Confira a nota do prefeito na íntegra

Para nossa administração, que é norteada somente pelo interesse público e pela legalidade, a banalização do instituto do impeachment pode gerar graves prejuízos aos caxienses e à cidade.

O direito à fiscalização do Poder Executivo é legítimo e positivo, mas não deve se confundir com movimentos que visam ferir a democracia e a vontade da população caxiense. Espera-se zelo das instituições para o enfrentamento dos reais desafios da nossa comunidade.

Agradeço muito a população pelas inúmeras manifestações de apoio, carinho e confiança ao trabalho desempenhado. Seguiremos determinados, trabalhando incessantemente por todos os cidadãos de Caxias do Sul.

Confusão

Após a votação, na manhã desta terça-feira, houve tumulto no plenário da Câmara. Duas mulheres trocaram ameaças, empurrões e tapas no corredor de saída. Uma delas teve a camiseta rasgada. Veja imagens: 


 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros