Vereadores de Caxias do Sul vão à sessão na Câmara, mas nem sempre votam - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Legislativo04/08/2017 | 13h26Atualizada em 04/08/2017 | 14h01

Vereadores de Caxias do Sul vão à sessão na Câmara, mas nem sempre votam

Maior número de ausências se dá na votação dos votos de louvor e de congratulações, no início das sessões

Vereadores de Caxias do Sul vão à sessão na Câmara, mas nem sempre votam Roni Rigon/Agencia RBS
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

Comparecer à sessão da Câmara Municipal de Caxias do Sul nem sempre é sinônimo de votar as propostas em discussão. Não é raro os vereadores registrarem presença e se ausentarem das votações. Às vezes, até mesmo por estratégia, deixam o plenário para não se posicionar em alguma matéria mais polêmica. Acontece também de saírem para atender o telefone, conversar com alguém ou, até mesmo, ir ao banheiro.

Nas 77 sessões ordinárias e uma extraordinária realizadas neste ano, a Câmara analisou 503 documentos, conforme levantamento publicado no Olhômetro, ferramenta digital do Pioneiro que acompanha a produção do Legislativo caxiense – aqui, são considerados apenas projetos, requerimentos, moções, votos de louvor e de congratulações, pareceres de inconstitucionalidade e vetos do Executivo.

Olhômetro - De olho nos vereadores



Praticamente todos os vereadores, em alguma ou outra votação, se ausentaram. Não significa que eles faltaram à sessão, mas que deixaram de registrar seu voto. É possível perceber que, em uma mesma sessão, determinado parlamentar votou uma proposta e se ausentou em outra. O levantamento mostra que a ausência massiva se dá durante a votação dos votos de louvor e de congratulações, que ocorre durante o espaço chamado de Pequenas Comunicações, antes da Ordem do Dia, no início de cada sessão. A Ordem do Dia é o espaço onde se votam projetos, pedidos de informação, moções e pareceres, entre outros.

Leia mais
"Eu só votava contra Temer", recorda o deputado Mauro Pereira
A Cidade que Queremos: as cores da Vila Safira, em Porto Alegre 
Presidente do PSD diz que posição do prefeito de Caxias é de confronto


Em 20 de julho, por exemplo, na votação do voto de louvor à empresa Visate pela conquista do prêmio Despoluir RS, estavam ausentes Gustavo Toigo (PDT) e Rodrigo Beltrão (PT). No mesmo dia, na análise do pedido de informações sobre consultas e agendamentos para atendimento de dentistas pelo SUS, não votaram Ana Corso (PT) e Edson da Rosa (PMDB).

O campeão no número de ausências nas votações, até ontem, é Neri, o Carteiro (SD). Dos 503 documentos analisados, o vereador deixou de votar em 206. O Pioneiro contatou com Neri por telefone, mas ele não retornou até o fechamento da edição.

Os vereadores que participaram de todas as votações nas sessões ordinárias e na única extraordinária realizada neste ano são Alberto Meneguzzi (PSB) e Alceu Thomé (PTB). Clóvis Xuxa (PTB), que assumiu como suplente em junho, durante a licença de Flavio Cassina (PTB), também participou de todas as votações.



 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros