Vereadores dizem que prefeito de Caxias do Sul mente  - Política - Pioneiro

Mirante12/07/2017 | 08h47Atualizada em 12/07/2017 | 08h47

Vereadores dizem que prefeito de Caxias do Sul mente 

Frizzo e Beltrão citaram o fato de Guerra afirmar que não tem vice e a necessidade de currículos para CCs 

Vereadores dizem que prefeito de Caxias do Sul mente  Franciele Masochi Lorenzett/Divulgação
Para Elói Frizzo, Guerra acredita em suas próprias mentiras  Foto: Franciele Masochi Lorenzett / Divulgação

Declarações do prefeito Daniel Guerra (PRB) sobre os seis meses de governo repercutiram na Câmara de Vereadores, nesta terça-feira, sendo consideradas enganosas. Guerra foi chamado de mentiroso pelo vereador Elói Frizzo (PSB), que contestou diversos posicionamentos do gestor apresentados na segunda-feira em entrevista coletiva.

— Esse defeito o prefeito tem: "É, de fato, um mentiroso" — disse o vereador, que rejeitou a afirmação de que desde janeiro foram gastos R$ 14 milhões em saúde, uma vez que pelo site Transparência constam R$ 6 milhões com consumo, incluindo a compra de remédios.

Leia mais
Prefeito Daniel Guerra diz que seu governo é alvo de sabotagem e terrorismo 
Câmara dos Deputados autoriza investigação contra o presidente da República, Michel Temer
Guerra anuncia Luiz Caetano como novo secretário de Governo de Caxias do Sul


A afirmação de Guerra de que não tem vice-prefeito chega a ser passível de internação, exagerou o vereador.

— O vice-prefeito existe, o Poder Judiciário botou ele lá. Ele, como diz o prefeito, "desrenunciou" da renúncia, portanto, o vice-prefeito tanto está que foi recebido em Brasília, na condição de vice-prefeito pelo presidente (Michel) Temer — destacou.

De fato, parece que o prefeito e sua equipe vivem num mundo à parte, ignorando que Ricardo Fabris de Abreu detém o cargo, gostem ou não, e tentam passar isso como uma verdade à sociedade. Outro ponto salientado pelo vereador, apontado como uma "grande mentira", foi em relação aos currículos para o preenchimento de cargos. Rodrigo Beltrão (PT) também não poupou. Para ele, a maior mentira da história política recente de Caxias é a declaração feita pelo prefeito logo após a eleição: "Guerra não contrata amigos".

— É bem justamente o contrário — disse, em especial referência ao novo secretário de Governo, Luiz Caetano, ex-estagiário de Daniel na Câmara e até então auxiliar de bancada, cargo do líder Chico Guerra (PRB).

O petista se referiu à (inexistente) relação entre prefeito e vice.

— Quando o prefeito faz essa afirmação de que não temos vice, ele desrespeita o Poder Legislativo, que é quem pode declarar a vacância do cargo e não fez, e o Poder Judiciário, que determinou que recompusesse o gabinete do vice. Então, onde está a sanidade do prefeito? Isso aí é descumprimento de ordem judicial.

Beltrão deu uma denominação ao que ele chama de cidade imaginária do prefeito: Guerralandia.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.com"A pecuária é compatível com a conservação do campo nativo", diz ambientalista https://t.co/PQGtt3qthc #pioneirohá 15 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comAcordeonista Jéssica Thomé lança, nesta quarta, livro de partituras https://t.co/r9TLVZWEOf #pioneirohá 1 horaRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros