CIC emite sinal de preocupação com secretários do governo Daniel Guerra - Política - Pioneiro

Mirante18/07/2017 | 09h01Atualizada em 18/07/2017 | 09h01

CIC emite sinal de preocupação com secretários do governo Daniel Guerra

Nelson Sbabo frisou que Caxias do Sul não começou em 1º de janeiro de 2017, referindo-se aos que vieram de fora e que não entendem o histórico da cidade. Mas reafirmou apoio à administração

CIC emite sinal de preocupação com secretários do governo Daniel Guerra Julio Soares/Divulgação
Foto: Julio Soares / Divulgação

O presidente da CIC, Nelson Sbabo, fez uma declaração na reunião-almoço de ontem, em relação ao governo Daniel Guerra (PRB), que fez soar o alerta. Ele frisou que é preciso deixar claro que Caxias do Sul não começou em 1º de janeiro de 2017. Ficou no ar um possível estremecimento nas relações da entidade com a administração municipal.

Leia mais
Daniel Guerra abre as portas para vereadores para discutir situação da saúde pública em Caxias
Daniel Guerra abre as portas para vereadores para discutir situação da saúde pública em Caxias


Questionado, Sbabo disse que "algumas pessoas que o prefeito tem como assessores, como secretários, talvez não entendam o histórico de Caxias para chegar até onde nós chegamos".

— Eu quis dizer com isso que alguns secretários, que ele trouxe de outras cidades, não têm o mesmo conhecimento histórico como nós, que nascemos aqui em Caxias. O recado que eu quis dar, na minha fala, foi de que, realmente, eu acho que a tradição do que nos manteve até hoje tem que ser respeitada.

Conforme Sbabo, algumas atitudes dessas pessoas têm sido contestadas pelos associados, pelos cidadãos de Caxias, que vão conversar com ele.

— O prefeito tem toda a autoridade de nomear quem quer que seja, ele determina, se o sujeito é daqui ou de lá, não importa, o que eu estou dizendo é que talvez algumas atitudes estão sendo tomadas não condizentes com o que a população estava acostumada a receber.

O presidente da CIC diz que não está contestando as atitudes do prefeito, mas ressaltou que os associados que têm lhe procurado estão fazendo observações "que não são tão simpáticas com as atitudes que estão sendo tomadas por essas pessoas (secretários vindos de fora)."

Sbabo evitou dizer quais seriam estas atitudes. E afirmou que considera Daniel Guerra um amigo, que há respeito mútuo e que eles mantêm um diálogo muito bom.

Sobre a CIC apoiar o governo municipal, respondeu:

— Por enquanto, sim. Em todas as atitudes dele, eu sempre tenho dito: "Se o prefeito acertar, todos nós temos a ganhar. Se ele errar, todos nós temos a pagar esse erro".

Ele elogiou a presença de Carlos Heinen, ex-presidente da entidade, como secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Emprego, dizendo que tem sido muito positiva.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros