"Primeiro passo é tentar uma agenda com o prefeito", diz presidente eleito da UAB de Caxias - Política - Pioneiro

Movimento comunitário05/06/2017 | 21h30Atualizada em 05/06/2017 | 21h30

"Primeiro passo é tentar uma agenda com o prefeito", diz presidente eleito da UAB de Caxias

Valdir Walter quer discutir demandas de saúde  e segurança com Daniel Guerra

"Primeiro passo é tentar uma agenda com o prefeito", diz presidente eleito da UAB de Caxias Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Valdir Walter conquistou 3.914 votos e venceu os três candidatos de oposição  Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Eleito presidente da União das Associações de Bairros (UAB) no domingo, Valdir Walter quer reunir-se com o prefeito Daniel Guerra (PRB) assim que assumir o comando da entidade. A intenção é conversar sobre os problemas na saúde e na segurança. 

Leia mais
Vereador Fiuza assume a Secretaria da Habitação, em Caxias
Valdir Walter é o novo presidente da UAB de Caxias do Sul
Projeto obriga postos de combustíveis a expor reajustes, em Caxias 
Heloisa Helena: "Ideal mesmo seria a convocação de eleições gerais"

Nesta entrevista, ele avalia a eleição mais disputada dos últimos 10 anos e diz como pretende aproximar-se da administração municipal. Confira: 

Pioneiro: Como o senhor avalia a eleição?
Valdir Walter:
Acho que a população entendeu nosso trabalho, gostou. Eu tive dois mandatos e acho que os frutos que plantei lá atrás estão sendo colhidos agora. Esse mandato é um mandato que a gente quer fazer melhor. Temos grandes lideranças com a gente. 

Há 10 anos não se tinha uma eleição tão disputada, com mais de dois candidatos. Como o senhor avalia?
Sempre vai existir desgaste e é natural. Se tem alguém descontente, vai montar uma chapa e vai para a disputa. Essas disputam são boas, porque dão uma sacudida no movimento comunitário e na própria população, que passa a participar mais. 

Qual a prioridade assim que o senhor assumir?
O primeiro passo é tentar uma agenda com o prefeito. A gente quer fazer uma apresentação da diretoria da UAB e fazer algumas cobranças, principalmente na saúde. Temos a segurança, que não é competência dele, mas tem a Guarda Municipal que dá auxílio e é de competência dele. 

O movimento comunitário reclama da falta de diálogo com o prefeito. Como o senhor pretende estabelecer uma relação de diálogo com ele?
A gente vai pedir uma agenda. Não havendo essa agenda, a gente vai ter de, infelizmente, convidar a diretoria da UAB e fazer uma visita no gabinete. Começa por aí e depois, claro, fazer alguns protestos. 

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros