Assembleia neste sábado irá discutir reativação da União Caxiense dos Estudantes Secundaristas - Política - Pioneiro

Movimento estudantil09/06/2017 | 11h43Atualizada em 09/06/2017 | 11h48

Assembleia neste sábado irá discutir reativação da União Caxiense dos Estudantes Secundaristas

Lideranças de quatro escolas querem a volta das atividades da entidade

Assembleia neste sábado irá discutir reativação da União Caxiense dos Estudantes Secundaristas Roni Rigon/Agencia RBS
Grupo com a bandeira da União Brasileira de Estudantes Secundaristas, entidade de representação nacional dos alunos Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

Poucas organizações chegam aos 65 anos de vida em plena atividade, o que não é o caso da União Caxiense dos Estudantes Secundaristas (Uces). A entidade, fundada em maio de 1952, está desativada desde 2013. São quatro anos sem funcionamento, sem comando.

Leia mais
Mudanças oficializam contradições no discurso do prefeito de Caxias
"Não tenho condições de explicar", afirma chefe de Gabinete do prefeito Guerra sobre seleção de CCs
Renato Nunes assume vaga na Câmara de Vereadores de Caxias 
A Cidade que Queremos: o exemplo de Campinas para a sustentabilidade

Mas, se depender de uma gurizada, a Uces voltará com tudo ainda neste ano. Lideranças estudantis de quatro escolas de Caxias do Sul organizam para este sábado uma assembleia para discutir a reativação da entidade. A ideia desses alunos é já aprovar a convocação de eleições e o regimento eleitoral para o pleito.

— A Uces é muito importante. Cada escola tem seu grêmio estudantil, mas eles não conseguem ter uma visão geral do todo — defende Geórgia Velasco, 17 anos, estudante do 3º ano no Instituto Federal de Educação (IFRS).

A necessidade de uma organização que represente os grêmios também é destacada por Eduardo Matias, 16 anos. Presidente do grêmio estudantil da Escola Melvin Jones e aluno do 2º ano do ensino médio, ele acredita que a Uces pode fortalecer a atuação estudantil dentro das escolas.

— É vista a necessidade de representatividade, de alguém (uma entidade) que ouça e resolva as demandas dos estudantes — acrescenta Matias.

Maioria estava nas ocupações

A maioria dos estudantes envolvidos na reativação da Uces participou das ocupações dos colégios em Caxias em 2016. Júlia Carolina da Silva Ferreira, 18 anos, do 3º ano do Colégio Apolinário, é uma delas. Então presidente do grêmio, ela liderou a manifestação que durou quase um mês na escola e pedia soluções para a falta de professores e servidores até problemas como infestação de ratos.

— As ocupações trouxeram mais gente e a galera viu as conquistas que tivemos — diz.

Além de representar a possibilidade de avanços nas escolas, os estudantes acreditam que a entidade pode contribuir para uma saída para a crise política. O aluno do 2º ano e presidente do Grêmio do São Caetano, Leonardo Kissel, 16 anos, acredita na importância da organização:

— Falta união, e a Uces une os grêmios. Sentimos falta de uma entidade maior.

Entidade paralisada há quatro anos

A União Caxiense dos Estudantes Secundaristas, a Uces, está desativada há quatro anos, desde que a Justiça suspendeu a eleição da comissão provisória eleita em agosto de 2012.

Aquela direção alterou o estatuto, transformando a Uces em uma entidade de representação de estudantes de todos os níveis, e não apenas dos secundaristas. Havia suspeita também de desvio de dinheiro na confecção das carteirinhas estudantis.

Pela Uces, passaram diversas figuras conhecidas em Caxias do Sul, como o advogado Marcus Gravina, o dentista José Carlos Bertotto, o ex-vereador Vitor Hugo Gomes e o candidato a prefeito em 2012, Luis Fernando Possamai.

— É triste ver que a Uces está desativada, mas vejo com bons olhos esse movimento de querer reativá-la. Me parece importante, principalmente pelo momento que passa o país. O movimento estudantil é importante para mobilizar a sociedade. A juventude é que vai mudar esse país — entende Possamai, 60 anos, que presidiu a Uces entre 1974 e 1975.

Serviço 
:: O que:
assembleia da Uces.
:: Quando: sábado, às 14h.
:: Onde: Câmara de Vereadores.
:: Quem pode participar: estudantes dos ensinos fundamental, médio e técnico das escolas públicas e privadas.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comFeirão de Imóveis oferece oportunidade de negócios em Caxias do Sul https://t.co/9LMaVur2Iy #pioneirohá 9 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comPedro Guerra: O enterro do CNPJ https://t.co/NqkBpkxnw2 #pioneirohá 10 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros