Vereadores cobram medida emergencial para castração de animais em Caxias - Política - Pioneiro

Mirante13/05/2017 | 10h00Atualizada em 13/05/2017 | 10h00

Vereadores cobram medida emergencial para castração de animais em Caxias

Município afirma que colocará ônibus itinerante nos bairros para este trabalho, mas não há definição de data

Vereadores cobram medida emergencial para castração de animais em Caxias Alessandra Perez/Divulgação
Petista Rodrigo Beltrão disse que Caxias do Sul não tem política pública para este setor e quer audiência pública Foto: Alessandra Perez / Divulgação

O vereador Rodrigo Beltrão (PT) afirmou, nesta semana, na Câmara de Vereadores que, caso o Executivo municipal não renove convênio com clínica para castrações, a cidade terá 25 mil animais nas ruas em 2018 como potenciais vetores de doenças aos habitantes. O petista ainda disse que Caxias tem o maior número de protetores de animais, mas inversamente não tem política pública. Ele pediu medida emergencial, sugerindo uma audiência pública no Legislativo.

Questionada sobre as declarações, a diretora do Departamento de Bem-Estar Animal, da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semma), a veterinária Marcelly de Souza Paes Felippi, demonstrou indignação. Ela disse que o município está com projeto bem encaminhado e o vereador nunca buscou informações. 

Leia Mais: 
Na Câmara dos Deputados, Assis Melo manifesta apoio à greve dos médicos de Caxias
"Pena que ainda estão remoendo", diz presidente da Festa da Uva
Castração em massa de animais deve começar em dois meses em Caxias

O projeto, declara, é dividido em duas partes. A primeira, mais adiantada, mas ainda sem prazo para entrar em vigor, pois depende de questões burocráticas, é um ônibus itinerante nos bairros para efetuar o trabalho. A verba sairá do município, em torno de R$ 350 mil. A outra etapa é a parceria com entidades.

— O prefeito Daniel Guerra (PRB) levantou essa bandeira e é uma prioridade no governo — diz, garantindo que não foi perdida verba federal, enviada para a Secretaria da Saúde.

Segundo ela, falta a rubrica para a utilização dessa verba nas castrações.

O vereador Rafael Bueno (PDT) é outro inconformado com a situação envolvendo as castrações. Segunda-feira, ele conversa com a promotora de Justiça Janaina De Carli dos Santos, às 15h, para solicitar que intervenha.


 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.com50 novos policiais começam a atuar em Caxias do Sul nesta quarta-feira https://t.co/HebrgDqzJ3 #pioneirohá 17 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comMotoristas e proprietários de vans protestam por mais segurança em frente à prefeitura de Caxias do Sul https://t.co/87EwL588Q4 #pioneirohá 52 minutosRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros