Ex-prefeito de Caxias do Sul prega defesa de seu governo e do PDT - Política - Pioneiro

Mirante15/05/2017 | 08h33Atualizada em 15/05/2017 | 08h56

Ex-prefeito de Caxias do Sul prega defesa de seu governo e do PDT

"A porta de saída é a serventia da casa", advertiu aos pedetistas insatisfeitos 

Ex-prefeito de Caxias do Sul prega defesa de seu governo e do PDT Roni Rigon/Agencia RBS
Alceu, entre os vereadores Velocino Uez e Rafael Bueno, deu o tom da linha partidária sob seu comando Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

Ao ser aclamado presidente do PDT caxiense, o ex-prefeito Alceu Barbosa Velho foi claro quanto à linha que será adotada. Não poupou os cargos em comissão (CCs) de seu governo que agora estariam fazendo críticas ou não defendem a administração que integraram, e se referiu, inclusive, a membros de seu partido. Cobrou posicionamento em defesa dele e do governo passado diante de acusações verificadas em postagens nas redes sociais.

— CC que comeu e virou o cocho, inclusive do nosso partido, que fica falando mal de nós. Ou nós defendemos o partido, somos o partido, ou vai embora. Se está conosco, está conosco. Se não está conosco, diga. E a porta de saída é a serventia da casa... — advertiu na convenção de sábado.

Leia Mais: 
Alceu Barbosa Velho é o novo presidente do PDT de Caxias do Sul
Vereadores cobram medida emergencial para castração de animais em Caxias
Vereadoras de Caxias do Sul contam como é conciliar maternidade com a política


Sobre os comentários nas redes sociais, afirmou estar processando "um monte de gente" e queixou-se:

— Acho gozado que lá no Facebook não vem um companheiro nosso dizer que aquilo (acusações) é mentira. Covardes que veem e não falam nada. E aceitam como se fosse uma verdade.

O ex-prefeito mirou a artilharia no sucessor. Não que seja novidade, mas Alceu não desperdiçaria essa chance. É importante para o futuro candidato a deputado federal emplacar posições. Os temas polêmicos como o recálculo da tarifa do transporte, médicos e Festa da Uva foram bombardeados.

— Acordem, me ajudem, isso tem que ser falado — pediu, ao criticar a decisão do adiamento da Festa da Uva em reunião fechada na CIC, sem o povo.

— A diferença da nossa administração é que nós enxergamos a Festa da Uva como investimento — frisou.

Nem o megafone, usado pelo prefeito Daniel Guerra (PRB), foi esquecido:

— Eu nunca andei com megafone na rua fazendo palhaçada. Caxias é o maior município do interior do Estado, uma das maiores cidades do Brasil, e está sendo vista como Sucupira. Em quatro anos que fiquei no governo... nós não fomos motivo de piada e nós temos o dever de não deixar que nosso município vire piada.

O recado visa à eleição do próximo ano. Fica nítido o desejo de que, a exemplo do que ocorre nas redes sociais com intensa manifestação a favor de Guerra, o mesmo se dê em relação ao governo passado, havendo um contraponto para neutralizar reações contrárias ao seu nome e ao partido.

Se o apelo vai surtir efeito, é outra história.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comUPA de Caxias é a única esperança para desafogar Postão 24 horas https://t.co/wGk2kyKilT #pioneirohá 35 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comDevido à superlotação, Hospital Geral de Caxias fecha pronto-socorro https://t.co/jUsQtwaJF9 #pioneirohá 1 horaRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros