Em Brasília, ex-vice-prefeito de Caxias defende "punição exemplar" aos que roubaram o país - Política - Pioneiro

Mirante19/05/2017 | 20h58Atualizada em 19/05/2017 | 21h04

Em Brasília, ex-vice-prefeito de Caxias defende "punição exemplar" aos que roubaram o país

Antonio Feldmann, do mesmo partido de Michel Temer, ocupa cargo no Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário

Em Brasília, ex-vice-prefeito de Caxias defende "punição exemplar" aos que roubaram o país Gabriel Lain/Especial
 "Se querem moralizar geral, então que se afaste Temer e se prenda Lula e Dilma", disse o ex-vice-prefeito Foto: Gabriel Lain / Especial

O ex-vice-prefeito Antonio Feldmann (PMDB), que está acompanhando de dentro do governo a crise política que estremeceu o país nesta semana com a delação da JBS, postou um vídeo em suas redes sociais, nesta sexta-feira. Ele aparece em frente ao Congresso Nacional, falando sobre a situação nacional. Feldmann ocupa cargo no Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário desde meados de março.

O peemedebista, que na postagem define o momento como muito delicado, conturbado e que complica a história do Brasil, em conversa com o Pioneiro não fez rodeios sobre a possibilidade de o Supremo Tribunal Federal afastar o presidente da República, Michel Temer (PMDB), mas defendeu que ocorra a prisão dos ex-presidentes petistas Lula e Dilma Rousseff, uma vez que no seu entendimento há indícios para isso.

— Se querem moralizar geral, então que se afaste Temer e se prenda Lula e Dilma — disse.

Leia Mais: 
MP recusa pedido do Cremers para abrir inquérito contra o prefeito de Caxias
"A situação de Temer ficou muito difícil', analisa ex-governador Germano Rigotto
Ex-prefeito de Caxias do Sul, Alceu Barbosa Velho defende eleições diretas
"Acho uma pena tudo isso", diz Paula Ioris, vereadora de Caxias do Sul, sobre Aécio Neves


Ele ressaltou que em 2014 participou da convenção nacional do PMDB e votou contra a chapa Dilma e Temer. O ex-vice critica o deputado federal Pepe Vargas (PT) que foi favorável à dobradinha para a disputa presidencial e agora pede a saída de Temer, o que para ele é uma hipocrisia.

Feldmann disse que vai continuar no governo.

— Estou trabalhando de forma honesta, o governo é muito maior que isso, as coisas estão andando, o Brasil não pode parar. Como não vou aceitar um convite no governo para ajudar minha cidade e minha região?

No vídeo, ele não cita nomes, mas ressalta que "todos os que envergonharam a Nação, todos os que, ao invés de fazer da política um instrumento de melhoria na qualidade de vida das pessoas, todos os que se beneficiaram da política para si próprio, possam ser punidos, todos os que saquearam, roubaram o nosso país sejam punidos exemplarmente para que possamos ver um novo tempo".

O ex-vice-prefeito ainda diz que "quem cometeu algum crime, independente de que partido for, independente de onde for, tem que pagar e não pode mais estar na política. Tem que estar atrás das grades e na cadeia". (Com Juliana Bevilaqua)

Confira o vídeo:


 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comPrefeitura de Caxias confirma parceria para retomar atendimentos de fisioterapia para Apae https://t.co/MJOm89Wnd5 #pioneirohá 7 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comAgenda: Alegre Correa é o convidado do projeto Tum Tum Oficinas de agosto, em Caxias https://t.co/Ar3bGMYALs #pioneirohá 8 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros