Em Brasília, deputado Mauro Pereira arranca faixa "Fora, Temer" - Política - Pioneiro

Mirante25/05/2017 | 09h10Atualizada em 25/05/2017 | 13h53

Em Brasília, deputado Mauro Pereira arranca faixa "Fora, Temer"

"Eles que vão bagunçar na casa deles", reagiu o peemedebista diante da manifestação da oposição no plenário da Câmara, que encobriu o brasão

Em Brasília, deputado Mauro Pereira arranca faixa "Fora, Temer" Luis Macedo/Câmara dos Deputados,Divulgação
indignado, Mauro (junto à letra R) retirou a faixa que estava sobre o brasão Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados,Divulgação

Num dia de fortes confrontos em Brasília, nesta quarta-feira, o deputado federal Mauro Pereira (PMDB) arrancou a faixa com a frase Fora, Temer, colocada por deputados da oposição sobre o brasão nacional na frente da Mesa Diretora da Câmara. Eles subiram à mesa, pedindo em coro a saída do presidente Michel Temer e eleições diretas, interrompendo a sessão. Mauro estava no plenário, na primeira fila defronte à mesa. Quem presidia a sessão era o segundo vice-presidente André Fufuca (PP-MA).

— Eles colocaram a faixa sobre o brasão. Isso não pode, é proibido, é contra a lei. E, independentemente do que fosse, retirei porque não dá para deixar isso aqui virar um circo, uma palhaçada. Foi um ato em defesa da soberania nacional, não pode em hipótese nenhuma fazer o que o PT fez aqui hoje (ontem) e em Brasília — disse o deputado de Caxias do Sul. 



Leia mais
Ministério da Defesa escala 1,5 mil militares para Brasília
FOTOS: o protesto em Brasília em sequência de imagens


Em que pese a justificativa, a atitude coloca Mauro, naturalmente, como forte defensor de Temer.Questionado se ocorreu algum contratempo após ter retirado a faixa da oposição, ele garantiu que não, pelo contrário. No vídeo com as imagens, é possível ver que o peemedebista sai irritado.

– Fui parabenizado pelos demais parlamentares (governistas), porque aqui não é a casa do PT, do PCdoB, nem do PSOL, nem da Rede. Aqui é a casa do povo brasileiro. Eles que vão bagunçar na casa deles. Enquanto eles estavam com a faixa lá fora —terça-feira à noite usaram no plenário —, cartazinhos, não tem problema nenhum, é um ato normal. Agora, colocar em cima do brasão é um ato de vandalismo, de quem não respeita o Brasil.

Ainda segundo Mauro, "o pessoal do PT mais civilizado" foi falar com ele e pedir desculpas.

— Tanto é que a faixa não foi colocada mais.

Quanto a ter sido ele a "enfrentar" a oposição, resumiu:

— Estávamos todos os parlamentares ali, e eu como sou o mais alto, tenho 1,90m, puxei e tirei. Pronto, só isso. Com o braço esticado vai para quase dois metros e pouco.

Sobre os protestos e vandalismo, com incêndios em ministérios, acusou os partidos de esquerda e centrais sindicais de terem levado "o que tem de mais perigoso no Brasil à Capital Federal, em mais de 500 ônibus".

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comPolícia Civil conclui que comerciante foi morta em discussão sobre troco de cerveja em Caxias do Sul https://t.co/Q7gYdIVYWX #pioneirohá 6 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.com"Queremos sonhar um pouco mais alto", diz presidente do Juventude após manter Tiago Marques no Jaconi https://t.co/U2tj5MNfoH #pioneirohá 6 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros