Vereadores de Caxias reagem ao bombardeio nas redes sociais - Política - Pioneiro

Mirante21/04/2017 | 08h30Atualizada em 21/04/2017 | 12h24

Vereadores de Caxias reagem ao bombardeio nas redes sociais

Alguns parlamentares repudiaram postagens ofensivas vindas de apoiadores do prefeito Daniel Guerra

Vereadores de Caxias reagem ao bombardeio nas redes sociais Matheus Teodoro/Divulgação
Alguns vereadores usaram expressões pesadas ao se referirem aos internautas que os criticam Foto: Matheus Teodoro / Divulgação

Os comentários nas redes sociais foram fortemente criticados, ontem, por vereadores. O recado é direto à tropa de choque do prefeito Daniel Guerra (PRB), que bombardeia a qualquer menção que não seja favorável ao chefe do Executivo ou que se refira a vereador de oposição. As postagens, consideradas ofensivas e preconceituosas, motivaram as manifestações na Câmara.

Embora criticassem o conteúdo das manifestações dos internautas, alguns parlamentares também baixaram o nível. Usaram expressões como imbecis, idiotas, mal-amados, rato e debiloides. Não é exatamente uma forma de "educar" e de manter a razão.

O estopim foram os comentários na publicação no Facebook da Rádio Caxias sobre o credenciamento de Caxias do Sul no Sistema de Segurança Integrada com os Municípios (SIM), solicitação feita pela vereadora Paula Ioris (PSDB). Ela é presidente da Comissão Temporária Especial para o Enfrentamento da Violência. Paula disse que abordou o tema (credenciamento da cidade) como uma necessidade de amadurecer para tratar o problema da segurança, e classificou as manifestações como um ataque pessoal.

— Me mandaram até lavar louça — reagiu ela, sem se alongar nesse episódio.

Leia Mais: 
Processo de seleção de CCs é nova polêmica entre prefeitura e Câmara
Prefeito demonstra descaso com Poder Legislativo ao excluí-lo de comissão da Maesa
Câmara de Vereadores de Caxias é retirada de comissão para discutir ocupação do prédio da Maesa

Quem trouxe o assunto foi o vereador Alberto Meneguzzi (PSB), quando ressaltou que Paula, pelo seu interesse pelas questões da segurança, estava querendo colaborar. Como no título da matéria no Facebook falava que a vereadora "denunciava" que a prefeitura não havia aderido ao programa, Meneguzzi disse que induziu "os imbecis de redes sociais a ofenderem as pessoas que têm qualquer posicionamento contrário à atual administração". Ele defende que os veículos de comunicação limitem os comentários odiosos e ofensivos.

Paula foi o motivo para as manifestações dos vereadores, mas os posicionamentos são reações às críticas que eles também têm recebido. 

Confira alguns trechos

:: Alberto Meneguzzi (PSB): A manchete induz os imbecis de redes sociais a ofenderem as pessoas que têm qualquer posicionamento contrário à atual administração e aí uma legião de imbecis comentou a respeito dessa notícia... Algumas manifestações ofensivas a Vossa Excelência, preconceituosas, machistas, então quero deixar o meu protesto.

:: Paulo Périco (PMDB): São aquelas pessoas que se acobertam atrás da tela. Elas não têm coragem de vir aqui e ver o nosso trabalho. E quando a gente convida elas para virem aos nossos gabinetes, ver nosso trabalho, elas não aparecem. Então, elas preferem se acobertar através de um telefone celular ofendendo qualquer um dos nossos colegas aqui. É deplorável.

:: Adiló Didomenico (PTB): No começo, a minha assessoria estava preocupada. Eu digo: "Não dá bola, quando tu tratar um assunto espinhoso para a administração, eles não comentam nada. Foi o caso de São Francisco de Paula, outros casos aí, é um silêncio total." Então, é uma rede orquestrada, e a opinião deles me interessa pouco. Quando vejo que é uma opinião contrária de um contribuinte, que faz uma crítica construtiva, que cobra explicação, eu me interesso, respondo, vou atrás, convido para vir ao gabinete, e vários já vieram. E respeito sempre a opinião contrária.

:: Rafael Bueno (PDT): Esses idiotas de plantão que não têm o que fazer, são um bando de mal-amados, mal-amados. Tem um monte de grama nos meios-fios que eles podem carpir, ajudar a Codeca, que a gente tanto fala que as praças estão criando mato. Quando é uma ofensa para uma mulher, a ofensa se torna ainda maior, se torna ainda maior, e isso tem que ir para a Justiça, vereadora Paula Ioris. Porque hoje vem com uma ofensa pessoal para a senhora, mas daqui a pouco a esposa dele ou a filha dele está sendo abusada sexualmente, ou a esposa dele sofre violência doméstica.

:: Flavio Cassina (PTB): É inegável o progresso que as redes sociais, a internet trouxe para o nosso mundo, como um todo. Entretanto, existe o lado negativo. Existe o mau uso. Quando se faz um bom uso desses instrumentos, ótimo. É para o bem de todos, é para o bem da comunidade. E quando se faz o mau uso, dá margem para que outros continuem aumentando progressivamente esse mau uso. Então, alguns debiloides, como bem frisou o vereador Meneguzzi, se valem covardemente desses instrumentos para atacar as pessoas. Às vezes, vereador Rafael, o cara que é um leão fora é um rato dentro de casa. Ele desconta lá fora aquilo que... É um boneco dentro de casa.

:: Alceu Thomé (PTB): Nós também queremos nos solidarizar com essa manifestação dessa pessoa muito infeliz. As redes sociais são muito importantes, mas ao mesmo tempo também pessoas falam bobagens... Não sei se seria o caminho de judicializar. Ao mesmo tempo, é o nosso repúdio dessas bobagens que dizem por aí.


 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros