Silêncio do líder na Câmara enfraquece ações do governo Daniel Guerra - Política - Pioneiro

Mirante15/04/2017 | 11h00Atualizada em 15/04/2017 | 11h00

Silêncio do líder na Câmara enfraquece ações do governo Daniel Guerra

Vereador em primeiro mandato, Chico Guerra não faz contraponto ao bombardeio de críticas disparado pela oposição

Silêncio do líder na Câmara enfraquece ações do governo Daniel Guerra Vitória Bordin/Divulgação
Chico Guerra opta por não se manifestar diante do debate político Foto: Vitória Bordin / Divulgação

O silêncio do líder do governo na Câmara de Vereadores, Chico Guerra (PRB), diante da discussão de temas polêmicos que têm marcado o início da nova administração, é bastante questionável quando se trata da defesa e contrapontos necessários na discussão política.

O fato de a oposição ser maioria esmagadora não deve justificar a ausência de argumentação, especialmente em situações como a renúncia e a "desrenúncia" do vice-prefeito.

"Apanhar" está inserido nas consequências da função de um líder do governo. É do jogo. 

Leia Mais: 
Postura do líder do governo é criticada na Câmara de Caxias do Sul
"Aí tem bandidagem", diz ex-governador Rigotto sobre denúncia de caixa 2
Delação arranha imagem do ex-governador Germano Rigotto

Há de se considerar que Chico é um estreante no Legislativo. Mesmo assim, é necessário que se posicione. A administração precisa que seu representante apresente argumentos para justificar ações do governo. E esta lacuna é nítida atualmente.

É fraco o argumento de Chico de que "para a politicagem, o silêncio reina". A oposição deita e rola e a sociedade não conta com um posicionamento oficial sobre diversos assuntos, nem mesmo para propagandear a versão da defesa.

— Se um não fala, o outro cansa de brigar — justifica o vereador.

Ele bem sabe que a estratégia de bater no governo é própria de uma oposição ferrenha — no caso específico de Caxias, deve-se considerar que trata-se dos que recém saíram de uma eleição que os apeou do poder, após anos de mando na cidade, e dos petistas que precisam de luzes, depois da quarta derrota consecutiva à prefeitura. Criticar, cobrar e fiscalizar faz parte da democracia. Tanto que o prefeito Daniel Guerra (PRB), enquanto vereador, foi grande adepto (e beneficiado) das críticas incessantes ao governo.

A argumentação de Chico fica mais fraca quando diz que espera projetos bons dos vereadores para o debate, mas admite que ele mesmo pode ficar todo o mandato sem apresentá-los.

A Câmara é uma casa política. Um líder precisa estar sempre pronto para o debate.


 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comEstacionamento na Avenida Rio Branco volta a operar em Caxias https://t.co/s6RxA2Xnx1 #pioneirohá 1 horaRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comEntrega de apartamentos do loteamento Rota Nova, em Caxias, ocorrerá em etapas https://t.co/fY0Os4pScY #pioneirohá 2 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros