Processo de seleção de CCs é nova polêmica entre prefeitura e Câmara - Política - Pioneiro

Mirante20/04/2017 | 08h49Atualizada em 20/04/2017 | 19h49

Processo de seleção de CCs é nova polêmica entre prefeitura e Câmara

PT questionará Mesa Diretora para saber se o prefeito cometeu crime de responsabilidade sobre pedido de informações  

Processo de seleção de CCs é nova polêmica entre prefeitura e Câmara Marcelo Pedroso/Divulgação
Denise avaliou que Guerra iludiu eleitores com o discurso de que contrataria CCs pelo currículo  Foto: Marcelo Pedroso / Divulgação

O novo capítulo de conflitos entre o governo Daniel Guerra (PRB) e a Câmara de Vereadores é a resposta a um pedido de informações feito pela Casa sobre o processo seletivo dos currículos para nomeação dos CCs. A vereadora Denise Pessôa (PT) anunciou que o PT encaminhará ofício à Mesa Diretora para saber se o prefeito cometeu crime de responsabilidade.

Foram questionados o recebimento dos currículos, triagem, critérios e seleção de pessoas. Eram solicitados o nome do responsável ou responsáveis para tanto, quantos currículos foram recebidos e quantos foram selecionados, nomes e cargos ou funções dos selecionados, incluindo os currículos dos aprovados. O entendimento é de que nada do que foi questionado foi respondido, ferindo a Lei Orgânica.

A petista disse que tem relatos sobre CCs contratados sem experiência para função pública, de pessoas que enviaram mas não receberam retorno se seus currículos foram analisados e de pessoas convidadas a atuar na prefeitura sem qualificação para o cargo ou conhecimento da cidade.

Leia Mais
Prefeito demonstra descaso com Poder Legislativo ao excluí-lo de comissão da Maesa
Câmara de Vereadores de Caxias é retirada de comissão para discutir ocupação do prédio da Maesa
Conheça os possíveis nomes de Caxias do Sul para a disputa de 2018

A resposta da prefeitura diz: "O prefeito Daniel Guerra, assim que recebeu a significativa aceitação do povo demonstrada nas urnas, abriu período para receber currículos de pessoas interessadas em participar da seleção para ocupar cargos em comissão no novo governo". E prossegue: "Hoje, dos 114 CCs, 80% têm ensino superior. Enfatizamos que a escolha dos cargos em comissão é uma prerrogativa do chefe do Executivo".

— Moral da história: enrolação, não responderam nada — definiu Denise.

— Essa resposta quis dizer que "não importa o que a Câmara perguntar que eu (prefeito) não vou responder"  — emendou.

A lei prevê à Câmara encaminhar ao Executivo pedido de informações por escrito, importando em crime de responsabilidade a recusa ou não-atendimento no prazo de 30 dias, bem como a prestação de informações falsas. 

Deverá ser analisado se a resposta se encaixa no que estabelece a lei. Se haverá enfrentamento político diante de uma possível reação popular, é outra história.


Requerimento aprovado pela Câmara com os questionamentos  Foto: Reprodução / Divulgação
A resposta enviada pelo prefeito Daniel Guerra  Foto: Prefeitura de Caxias do Sul / Reprodução

Confira os resultados das votações na Câmara clicando na imagem:

Olhômetro - De olho nos vereadores


 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comPrefeitura de Caxias confirma parceria para retomar atendimentos de fisioterapia para Apae https://t.co/MJOm89Wnd5 #pioneirohá 3 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comAgenda: Alegre Correa é o convidado do projeto Tum Tum Oficinas de agosto, em Caxias https://t.co/Ar3bGMYALs #pioneirohá 3 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros