Caxias do Sul ficará sem deputado estadual  - Política - Pioneiro

Assembleia Legislativa30/03/2017 | 07h30Atualizada em 30/03/2017 | 07h30

Caxias do Sul ficará sem deputado estadual 

Vinicius Ribeiro sairá do cargo com o retorno do titular Gerson Burmann, que deixará a secretaria de Obras

Caxias do Sul ficará sem deputado estadual  Marcelo Bertani/Divulgação
Sem mandato, Vinicius Ribeiro vai se dedicar à carreira de professor universitário e à arquitetura Foto: Marcelo Bertani / Divulgação

O deputado estadual Vinicius Ribeiro (PDT) terá que arrumar as malas e deixar a Assembleia Legislativa na próxima semana. A confirmação é do próprio Vinicius. O secretário de Obras do Estado, Gerson Burmann (PDT), manifestou interesse de deixar o governo José Ivo Sartori (PMDB) no final do mês – portanto, amanhã.

Na tentativa de manter o PDT na base do governo, Sartori pediu, pessoalmente, para Burmann permanecer no cargo por mais um tempo e, por consequência, manter Vinicius em uma cadeira na Assembleia. O caxiense é voto importante, pois está alinhado com o governo.

O PDT ensaia o desembarque do governo Sartori desde o final do ano passado por não concordar com o pacote do governador, que contraria bandeiras da sigla, e a necessidade de reforçar a candidatura própria do partido ao governo do Estado em 2018.

– O motivo da saída é pessoal. Não tem nada a ver com o governo ou o partido (PDT) – garante o secretário de Governo, Carlos Búrigo.

A iminente saída de Burmann reflete-se diretamente na perda de representatividade política de Caxias do Sul e região. Com 29.565 votos na eleição de 2014, Vinicius ficou como segundo suplente e assumiu uma cadeira na Assembleia em duas oportunidades. A primeira suplente, deputada Juliana Brizola assumiu como titular a vaga de Diogenes Basegio, que teve o mandato cassado em 2015. A movimentação deixou Vinicius como primeiro suplente do partido.

Ele vai se dedicar à carreira de professor universitário e à arquitetura. 

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros