Com 60 filiados, Partido Novo será apresentado em Caxias do Sul - Política - Pioneiro

Alternativa à direita25/02/2017 | 10h54Atualizada em 25/02/2017 | 10h54

Com 60 filiados, Partido Novo será apresentado em Caxias do Sul

Sigla reúne profissionais liberais e empresários e atua em uma linha ideológica de direita, afinada com o liberalismo

Com 60 filiados, Partido Novo será apresentado em Caxias do Sul Divulgação/Divulgação
Alexandre Moroso de Lima, 41 anos, é o articulador da formação do partido em Caxias Foto: Divulgação / Divulgação

Ainda sem a formalização do diretório municipal, o Partido Novo tem data marcada para mostrar a sua cara em Caxias do Sul. Em formação há dois anos na cidade, os articuladores vão apresentar para a comunidade as propostas da sigla no dia 7 de março, às 19h30min, no edifício do Sindilojas. O evento é aberto à comunidade e tem entrada franca.

O Novo atua em uma linha ideológica de direita e é alinhado aos princípios do liberalismo. Com 60 filiados, a sigla reúne profissionais liberais e empresários que procuravam uma nova opção partidária. Entre as principais bandeiras do partido está a redução das áreas de atuação do Estado, a diminuição da carga tributária e a melhoria na qualidade dos serviços essenciais, como saúde, segurança e educação.

Alexandre Moroso de Lima, 41 anos, é o articulador da formação do partido em Caxias. O gestor na área de comércio exterior sempre participou de movimentos políticos por acreditar que a política é essencial e é ela quem define as ações do modelo do Estado brasileiro. Apesar do envolvimento com o tema, não se identificava com nenhum partido político.

— O Novo não gosta de rotulagem, é um partido para fazer política séria. As bandeiras do Novo são a diminuição do tamanho do Estado, a meritocracia, transparência da gestão pública, somos contra o Fundo Partidário e o financiamento público de campanha — diz Lima.

Apesar de já contar com filiados, o evento de março servirá como start (arrancada) para a divulgação do partido. Além disso, o núcleo partidário pretende iniciar a discussão sobre as eleições de 2018. Alexandre diz que o objetivo é ter maturidade para oferecer candidatos a deputado estadual e federal para os caxienses, porém a estratégia adotada será definida pela Executiva nacional do partido:

— É muito, muito cedo para falar sobre isso (candidaturas para as eleições de 2018). Mas o objetivo é de que Caxias possa oferecer candidatos. A gente quer ter pessoas preparadas e aptas.

Alternativa de direita

Foto: Maryo Franzem / Divulgação

O empresário Marcelo Ayala (foto acima), 45 anos, é um dos integrantes do núcleo do partido em Caxias. Apesar de participar de política empresarial, essa é a primeira experiência em política partidária. A aproximação aconteceu devido à defesa das pautas liberais pelo Novo, como a livre iniciativa, o Estado de tamanho adequado e defesa das liberdades individuais. Marcelo diz que o Novo colocou-se como uma alternativa de direita.

Sobre a participação nas próximas eleições, Ayala comenta que o partido não está em busca de políticos estabelecidos, mas não rejeita uma aproximação, desde que haja uma identificação entre o político e as propostas da sigla.

— O Novo é um partido sem caciques. Por exemplo, dos candidatos que foram eleitos para vereador, nenhum tem histórico político — destaca ele.

Apesar da movimentação, não há prazo para a oficialização do diretório do Novo na cidade.

— Não estipulamos uma meta de data. Achamos mais importante a divulgação das ideias e a filiação de novos integrantes — salienta Alexandre Moroso de Lima. 

Menos partido em atividade

— Dos 35 partidos políticos em atuação no país, Caxias do Sul tem registro de 30 siglas com diretório.

— Atualmente, 24 partidos estão em atividade, segundo informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

— Em julho do ano passado, um levantamento do Pioneiro apurou que 27 siglas atuavam na cidade.

— Três dos partidos que constavam na lista anterior — PV, PHS e PRP — agora estão inativos.

— Outros três — PPL, PRTB e PSL — já estavam com o prazo de validade do diretório (ou comissão) vencido.

Diferenciais do Novo

— O Novo tem linha ideológica de direita e é alinhado aos princípios do Liberalismo.

— Filiados e candidatos devem preencher os requisitos da lei Ficha Limpa.

— É vetado ao filiado eleito para cargo no Poder Legislativo que se candidate a mais de uma reeleição consecutiva para o mesmo cargo.

— A gestão partidária não pode ser feita por candidato ou por ocupante de cargo eletivo.

— A contribuição partidária mínima é igual para filiados e candidatos eleitos.

— Não utiliza sequer um real de dinheiro público, fazendo campanha contra o Fundo Partidário.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comEmpresário da Serra tenta diálogo com o Papa para alterar encíclia que recomenda evitar o plástico https://t.co/VF6VB5WLlc #pioneirohá 5 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comCartório eleitoral de Caxias do Sul estará fechado nesta sexta-feira https://t.co/0ZlFiI8Al7 #pioneirohá 5 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros