Vice-prefeito eleito lidera transição na segurança pública, em Caxias - Política - Pioneiro

Mirante24/11/2016 | 08h50Atualizada em 24/11/2016 | 08h50

Vice-prefeito eleito lidera transição na segurança pública, em Caxias

Ricardo Fabris de Abreu foi designado por Daniel Guerra e iniciou os contatos nesta quarta-feira

Vice-prefeito eleito lidera transição na segurança pública, em Caxias Roni Rigon/Agencia RBS
Além da secretaria municipal, Fabris fará contato com todos os órgãos de segurança na cidade  Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

O vice-prefeito eleito, Ricardo Fabris de Abreu (PRB), é o coordenador da transição na área da segurança pública. Ele foi designado pelo prefeito eleito Daniel Guerra (PRB), na terça-feira. Além da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Proteção Social, Fabris já está encaminhando conversas com outros órgãos.

Leia mais
Proposta define regras para criação de bairros em Caxias do Sul 
Corede Serra escolhe projetos prioritários para a região até 2030
Diplomação dos eleitos para prefeitura e Câmara será no dia 19, em Caxias
Vereadora de Caxias critica punição branda à fraude no cartão ponto do Samu

Nesta quarta-feira, ele esteve na Delegacia de Furtos, Roubos e Capturas (Defrec) e entrou em contato com a secretaria e a Guarda Municipal para a definição de uma data, bem como com a Brigada Militar. A Polícia Federal também será procurada.

— A ideia é que estabeleçamos um centro integrado de segurança pública em Caxias, com todas essas forças trabalhando próximas e compartilhando informações na área de inteligência, porque é muito importante para a prevenção do crime. O uso da tecnologia da informação é fundamental. O meu foco é o processo legal de aparelhamento e de melhoria de atuação da Guarda Municipal, porque isso é o que a prefeitura pode fazer, mas a segurança pública tem que trabalhar com todas as forças que se tem no município — explica Fabris.

Sobre o centro integrado, ele diz que inicialmente deverá ser formado um conselho municipal, com base na lei nacional 13.022, de 2014, que trata das guardas municipais.

— O conselho terá uma sede para atuação. Vão participar a administração pública, representantes de todas as forças de segurança que temos na cidade e pessoas da comunidade, que vão se habilitar.

A intenção é que essas pessoas estejam próximas fisicamente para a troca de informações, monitoramento, análise estatística, zoneamento do crime, ou seja, para tratar a criminalidade de forma científica, conforme esclarece.

Secretário


Embora coordene a transição, Fabris diz que não significa que ele será o secretário da pasta. O secretário deve ser uma pessoa com formação em segurança. E não será militar, será civil, antecipa Fabris.

Houve sondagem para que o delegado de Polícia Federal Claudino Alves Oliveira ocupasse o cargo. Não vingou.


 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comTaxistas de Caxias protestam em Brasília e pedem aprovação de projeto que proíbe o Uber https://t.co/tio3cGK6WX #pioneirohá 21 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comAdolescente de 16 anos é baleado após sair de casa noturna em Caxias https://t.co/sEikOn0xv5 #pioneirohá 51 minutosRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros