Vereador reeleito em Caxias do Sul, Rodrigo Beltrão quer discutir os grandes temas da cidade  - Política - Pioneiro

Eleições 201616/11/2016 | 08h01Atualizada em 16/11/2016 | 08h01

Vereador reeleito em Caxias do Sul, Rodrigo Beltrão quer discutir os grandes temas da cidade 

Petista conquistou o terceiro mandato consecutivo para a Câmara 

Vereador reeleito em Caxias do Sul, Rodrigo Beltrão quer discutir os grandes temas da cidade  Felipe Nyland/Agencia RBS
Natural de Caxias do Sul, Beltrão diz que vai representar o discurso da responsabilidade no Legislativo Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

— Os méritos das minhas votações são de um coletivo.

Assim o vereador Rodrigo Beltrão (PT), 37 anos, classifica sua vitória e a condução para o terceiro mandato a partir de janeiro. O petista, que obteve 2.218 votos nesse pleito, defenderá três bandeiras apresentadas pela candidatura de Pepe Vargas à prefeitura: saúde, educação e segurança, além de trabalhar para implantar políticas públicas para uma cidade sustentável.

— Caxias é o maior polo hortigranjeiro, mas não tem nenhuma política de incentivo à agricultura orgânica. Temos uma política de desenvolvimento desenfreado e o resultado disso é a poluição de, praticamente, todos os nossos rios.

Leia mais
Prefeito eleito de Caxias do Sul, Daniel Guerra quer cerimônia de posse simples
Projeto para delimitação de bairros de Caxias do Sul será apreciado na sessão desta quarta-feira
Antecipação de IPTU mostra como 2017 será um ano difícil para a prefeitura de Caxias do Sul
As articulações para presidir a Câmara de Vereadores de Caxias 

Beltrão diz que fará uma oposição responsável e construtiva durante a administração do prefeito eleito Daniel Guerra (PRB). A principal preocupação do petista é com as finanças do município.

— Existe uma realidade muito dura em termos de orçamento. Vamos representar na Câmara o discurso da responsabilidade, não o discurso fácil do vereador que faz projetos inconstitucionais e não tem responsabilidade com o orçamento. Vamos demonstrar isso na discussão do orçamento, apresentando alternativas para a UPA da Zona Norte (a abertura) e ao déficit na educação infantil.

Apesar de ter diminuído as votações em comparação com as eleições de 2012 e 2008, quando conquistou respectivamente, 2.897 e 3.094 votos, o petista justifica que a redução do número de votos nessa eleição ocorreu devido ao aumento do número de candidatos, a criminalização ao PT e a manifestação interna de que estaria eleito.

— Foi uma campanha de afirmação do nosso trabalho. Entendo que foi uma vitória política. Acho que foi de boa fé, mas dentro do partido se construiu o entendimento que o Beltrão estava eleito. Isso me prejudicou enormemente e distribuiu meus votos para outras candidaturas — critica.

Para ele, o vereador deve ter a capacidade de discutir todos os problemas da cidade e não ser apenas um especialista em uma área.

— O vereador precisa ter a humildade de resolver o problema de um bueiro entupido, mas também tem que ter a capacidade de discutir os grandes temas. Respeito, mas abomino a ideia do vereador especialista do meio ambiente, das mulheres, dos negros, do bairro Cruzeiro, da Zona Norte. Não gosto disso.

Natural de Caxias, Beltrão é casado com Gabriela Meirelles, 33, com quem tem quatro filhos: Pedro, 14, Maria Antônia, 13, João Gabriel, 9, e Maria Alice, 6.

Vida pública

Dois momentos foram fundamentais para o início da sua vida pública: a filiação ao PT, em 1996, aos 16 anos, e a eleição para presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade de Caxias do Sul (UCS) dois anos mais tarde.

Após concluir o ensino médio no Colégio São José, ingressou no curso de Direito da UCS, em 1997. No ano seguinte mesmo, sem experiência no movimento estudantil e sem apoio dos Diretórios Acadêmicos (DAs), venceu a eleição. Beltrão lembra que derrotou a chapa formada pelos DAs de Administração — o maior curso da UCS na época, e de Ciências Contábeis, que contavam com apoio de praticamente todos os diretórios. Concluiu a graduação em 2009.

— A gente fez um processo de reconstrução no movimento estudantil pela esquerda. Fui eleito contra a chapa da Reitoria (da UCS). Concorri como zebra e foi uma vitória surpreendente.

Leia também
Elisandro Fiuza pediu licença da função de pastor para se dedicar ao mandato de vereador em Caxias
Reeleito para o quinto mandato, Renato Oliveira quer se dedicar à regularização fundiária em Caxias
Eleito vereador em Caxias, Chico Guerra quer dar continuidade ao trabalho do irmão Daniel Guerra

Sustentado pela vitória na eleição do DCE e com o apoio da Juventude do PT, Beltrão concorreu a vereador em 2000 e conquistou 1.259 votos. Na eleição de 2004, obteve 2.199 votos. Mas ficou de fora das duas legislaturas.

Na eleição de 2008, o petista mudou o discurso e se apresentou de forma madura e de que seria capaz de dialogar sobre todos os temas da cidade. Conquistou uma cadeira no Legislativo e cita como exemplo o trabalho que reverteu a cobrança da taxa do Fundo Municipal de Recursos Hídricos e a redução da tarifa do transporte coletivo.

— Conseguimos fazer uma boa fiscalização do Executivo. Respeitosa, mas contundente.

Natural de Caxias do Sul, Beltrão diz que vai representar o discurso da responsabilidade no Legislativo Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

Bandeiras
:: Saúde
:: Educação
:: Segurança
:: Políticas públicas para uma cidade sustentável

Trajetória
:: Presidente do Diretório Central dos Estudantes da UCS (1998).
:: Titular da Coordenadoria da Juventude, no governo Pepe Vargas (2003/2004).
:: Integrou a coordenação da campanha de Pepe Vargas para deputado federal (2006).
:: Assessor do deputado federal Pepe Vargas (2007 e 2008).
:: Vereador eleito (2008/2012).
:: Vereador reeleito (2012/2016).
:: Vereador reeleito para o terceiro mandato (2016/2020).


 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comVice eleito de Caxias já fala em demitir secretários, se assumir prefeitura interinamente https://t.co/fEJgaobqTW #pioneirohá 4 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comIndústria de Caxias deve ter o pior faturamento da história recente em 2016 https://t.co/zyuvhAKPo2 #pioneirohá 24 minutosRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros