Veja ideias dos prefeitos reeleitos de Bento, Farroupilha e Flores da Cunha - Política - Pioneiro

Eleições12/10/2016 | 08h22Atualizada em 12/10/2016 | 14h05

Veja ideias dos prefeitos reeleitos de Bento, Farroupilha e Flores da Cunha

PP, PDT e PMDB mantiveram-se no poder

Veja ideias dos prefeitos reeleitos de Bento, Farroupilha e Flores da Cunha Neimar De Césaro/Divulgação
Claiton Gonçalves quer foco na educação, ao lado do vice-prefeito, Pedro Pedroso Foto: Neimar De Césaro / Divulgação

O índice de prefeitos reeleitos é expressivo: foram 16 cidades que optaram por manter o atual administrador, com destaque para as maiores da região depois de Caxias do Sul _ Bento Gonçalves, Farroupilha e Flores da Cunha. Nestes municípios, PP, PDT e PMDB, respectivamente, mantiveram-se no poder.

Veja abaixo o que pensam os líderes reeleitos destas cidades:

Claiton quer foco na educação

A estreia política do médico Claiton Gonçalves (PDT) em 2012 como prefeito de Farroupilha resultou na reeleição. Aos 54 anos, Claiton define a vitória como resposta da população a um novo modelo de governança no município, já que ele diz que substituiu a política varejista pelo método estruturante, com ações a longo prazo. Ele credita como iniciativas responsáveis pela reeleição obras de infraestrutura viária, ações para o público jovem com transporte gratuito em todas as faixas etárias, políticas sociais e habitacionais. Além disso, vê no eixo da saúde outro desafio bem sucedido, já que inaugurou seis unidades básicas de saúde e, até o fim do ano, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) deve estar em funcionamento. Agora, o foco do governo é na educação, com implantação de escola em tempo integral.
_ As crianças terão acompanhamento médico, psicológico, trabalhos com a questão lúdica, todos os itens necessários para deixar os pais trabalharem tranquilos, sabendo que os filhos estão protegidos_ adianta.
O endereço da primeira instituição neste molde não está definido, mas sabe-se que atenderá inicialmente a 500 crianças do zero ao nono ano. Claiton seguirá mais quatro anos no comando de Farroupilha em coligação com PRB, PT, Rede, PSB, PSD e PCdoB. O futuro político do prefeito, a princípio, já está definido:
_ Eu nunca havia sido nem síndico do prédio (risos). Eu vislumbro o retorno à profissão após este mandato. Sou médico e minha entrada na política foi por desafios da saúde.

Pasin enxugará máquina pública

O prefeito mais jovem de Bento Gonçalves seguirá no comando do município por mais quatro anos, após uma reeleição com votação expressiva. Mesmo com três adversários, Guilherme Pasin (PP) arrecadou 65,62% dos votos válidos, com a confiança de mais de 40 mil eleitores. A reeleição de prefeitos em Bento Gonçalves não acontecia desde 2001, com Darcy Pozza (então PPB, hoje PP). A rede de partidos parceiros de Pasin nesta administração foi PSDB, PSD, PRB, Rede, PPS, PR, DEM e PTB.

— Busco seguir os ensinamentos do meu padrinho político, o Pozza. Acredito que venci pelo reconhecimento do meu trabalho e também pela participação do meu vice-prefeito, que é uma liderança na comunidade — explica Pasin, referindo-se ao ex-prefeito Aido Bertuol. 

O enxugamento da máquina pública é uma das ações que Pasin promete implementar nos próximos quatro anos. Ainda que diga que o município está 30% abaixo do limite legal de contratação de cargos de confiança, ele se propõe a criar a Secretaria de Segurança sem aumentar o número de pastas ou ampliar as contratações. Promover a segurança, portanto, é o novo objetivo de Pasin, que administra o 14º município mais perigoso do Estado. Além de seguir com o que chama de reorganização da administração pública. Pasin desconversa sobre o futuro político, dizendo apenas que pretende seguir na área.

— Prefeito é o cargo mais bonito de todos porque é o único que resolve, de fato, os problemas da comunidade. As ruas me mostraram que a população entendeu a proposta. Pretendo me dedicar integralmente à prestação de serviço público em Bento Gonçalves — defende.

Lídio e os planos para segurança

O pemedebista Lídio Scortegagna vê os próximos quatro anos de comando em Flores da Cunha como essenciais para dar continuidade ao trabalho iniciado em 2012. A expressividade da vitória de Lídio sobre a chapa concorrente, do PP, é tão grande que ele arrecadou quase 70% dos votos válidos, deixando pouco espaço para a oposição liderada pela candidata Roberta Verdi. Lídio acredita que venceu por conseguir transmitir a mensagem de que a equipe traçou os melhores caminhos para o município de 29.405 moradores.

— Mantemos a mesma posição e a mesma postura durante todo o período de administração, agregando entidades e outros representantes importantes para Flores da Cunha — define.

Foi com a consolidação da educação, com criação de escolas de turno integral, que Lídio afirma ter mostrado aos florenses parte do seu potencial. A segurança pública é a área que Lídio quer focar a atenção da equipe de governo. Ele afirma que pretende incrementar o subsídio aos servidores que atuam na Polícia Militar e Civil, revisando repasses de auxílio-aluguel, tentando, assim, aproximar mais o efetivo ao município. Além disso, quer disponibilizar áreas de terras para construção de habitações a estes servidores e também instalar mais câmeras de segurança. Sobre seu futuro político, diz que esta é uma questão indefinida.

— Vou dar continuidade ao meu trabalho de construção de uma Flores melhor, envolvendo todas as pessoas. E depois, o futuro a Deus pertence.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comApós repercussão, organizadores desistem de pancadaria no Dia do Soco, em Caxias https://t.co/8UtQmQG3SB #pioneirohá 4 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comPioneiro Esportes https://t.co/u511DH3PIJ #pioneirohá 6 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros